edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 20.1.10


A decisão de anular o traçado, previsto pela REFER, para o troço Sines-Grândola da linha ferroviária de mercadorias Sines-Elvas, foi hoje anunciado.


Como aqui referimos anteriormente (aqui e aqui) este troço levantava alguns problemas ambientais, que foram amplamente abordados pelos ambientalistas e autarquias do Litoral Alentejano.

Na audiência entre a CIMAL - Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral e o Secretário de Estado dos Transportes, Carlos Correia da Fonseca, foi por este garantido que a construção daquela ligação ferroviária continua a ter um lugar estratégico e prioritário na acção do Governo para o sector, estando a ser estudadas alternativas que, aproveitando o corredor existente em torno do actual ramal Sines-Ermidas, permitam encontrar as melhores soluções para a ligação Sines-Elvas e que garantam, simultaneamente, a racionalidade e sustentabilidade do investimento, considerado fundamental para o reforço da competitividade do Porto de Sines e para o desenvolvimento do Alentejo.

TODOS SOMOS ELVAS!!
2010 ANO DA EUROCIDADE

2 comentários:

Justiceiro Implacável disse...

Sr Zé de Mello:

Permita-me que lhe faça uma pergunta:

O que é a "Reabilitação" do Viaduto?

É para usurpar mais estacionamento?

Justiceiro Implacável disse...

Onde está o rico espólio do antigo Museu do Largo do Colégio?

Foi feito inventário?

Se não foi feito inventário, como saber se o espólio está completo?

Search