edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 2.12.09
Etiquetas:


As redes sociais e a blogosfera são indiscutivelmente ferramentas de participação social, às quais as forças tradicionalmente estabelecidas não podem ser indiferentes. Mais uma vez recordemos a massiva participação e importancia que tiveram estes meios na eleição do Presidente norte-americano.


Apesar de uma força política, ou melhor, um homem em frente de um partido de direita, teimar em não entender as vantagens sociais, económicas e políticas que a EuroCidade pode aportar a Elvas e Badajoz, são os cidadãos que tomam a iniciativa de ir concretizando esta realidade.

Assim, através das redes sociais, toma forma o 1º encontro e festa de cidadãos da Eurocidade.

Para saber mais aqui.

TODOS SOMOS ELVAS!!

5 comentários:

JB disse...

Tinha que sobrar para a Direita, desta vez na pessoa do Celdrán.

Elvas precisa deseperadamente de Badajoz.
Badajoz já dá emprego a centenas de Elvenses, Badajoz fez crescer o nosso Comércio Tradicional, Badajoz celebrizou além-fronteiras o Bacalhau Dourado.

Elvas tem um enorme potencial de crescimento, que as outras localidades do interior não têm, porque tem Badajoz ao lado.

No entanto, o conjunto de protocolos que é a Eurocidade - e só isso - em nada ajuda ao progresso de Elvas.

Chegou a circular na internet um peditório do qual o jovem colunista Bruno Baptista era o 1.º subscritor, no sentido de que se começasse a estudar a urbanização do Caia.

A reclassificação do Caia seria o 1.º passo para uma feliz integração trans-fronteiriça.

Nós não precisamos para nada de Celdrán para crescer à custa da prosperidade espanhola e amizade entre os dois povos. Deste lado da fronteira mandamos nós.

O nosso problema em Elvas é a nossa inversão de valores.

Entre o pragmatismo de urbanizar o Caia e a demagogia da Eurocidade, optámos pela demagogia...

...e urbanização das Sochinhas...

Toca a Todos disse...

Tás babado JB?
Vê-se mesmo que bebes wisky a mais todos os dias.
Traz lá um copinho que assim bebemos os dois e fazemos uma festa de má lingua........
Ahhhhhhh, como eu gosto disto! Boa pinga e boa maldade.

portasdolivenza disse...

ilustre zedemello,o post que coloca faz sentido para toda a zona transfronteiriça da qual todos nós elvenses estamos interessados,sem direitas ou esquerdas,de um ou outro lado da fronteira,no meu post CAIA/FRONTEIRA,coloquei a debate o tema,a começar pelo CAIA e da forma como aproximar elvas e badajoz,várias opiniões e diversos pontos de vista,o que se deve entender é que com a eurocidade todos saímos a ganhar,o cerne desta questão está no caia,nas infraestruturas ferroviarias,plataforma,estação de caminho de ferro para mercadorias e passageiros,esta ponte que v. exa. tem tentado promover pela causa da eurocidade deve ser acarinhada por todos,porque se elvas se tivesse voltado para badajoz,tinha bastado á governação do regedor em 4 mandatos,em vez de crescermos em redor das muralhas,deviamos ter crescido em direção ao caia,hoje já era uma urbe com cerca de 200000habitantes,assim temos um "pueblo" bonito que é elvas ,e badajoz uma cidade.

Luis Fernando de la Macorra disse...

Nao vamos falar mal de ninguem. A Eurocidade é de todos. E a EUROCIDADE se organiça a partir de Caya/Caia e tomando em conta a programaçao de Portugal, de Espanha e os Planos Directores Municipais de Elvas e de Badajoz.

Os cidadaos vamos fazer cultura e lazer na EUROCIDADE em conjunto e havera un dia en que teremso AGENCIA DA EUROCIDADE e faremos a procura da financiaçao comunitaria para os projectos infraestructurais.

Mais ainda, faremos com que governas quem governar de um lado e outro, dem continuidade a EUROCIDADE, porque esta é EUROPEIA e social, empresarial e cultural, mais nada.

Um abraço, Zé e um abraço irmao a todos.

Luis Fernando de la Macorra.
Promotor da EUROCIDADE.

Teixeira , Tiago (DIZ NAO AO ANONIMATO) disse...

Vamos a isso ! Vamos fazer de Elvas um dormitório. Vamos vender-nos que nem prostitutas ao Capitalismo,a Espanha ,aos EUA. Apoio incondicionalmente! E façam o favor de aproveitarem a infelicidade de viver nesta triste cidade, porque depois vai haver muita alegria e felicidade quando formos uma Eurocidade. Quem manda é o Dolar nesta utópica sociedade. Pensava quem Elvas fosse uma ilha..
Bem-haja.

Search