edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 27.5.09
Etiquetas: ,

4 comentários:

Justiceiro Implacável disse...

Poderíamos começar por permitir que o público, incluindo espanhois evidentemente, pudesse frequentar sa piscinas cobertas a partir de 10 de Junho antes das 5 da tarde, uma vez que permanecem abertas para os clubes, cujos praticantes deixam a roupa no balneário de verão.

Deixar entrar os praticantes individuais, não acrescentaria gastos, uma vez que utilizariam as estruturas postas à disposição dos Clubes.

As desculpas esfarrapadas são sempre as mesmas:

1 - Que não há vigilante para as cobertas(fora do período estival também não há);

2 - Que o Regulamento(que nunca ninguém ainda consegui ver), impede os praticantes individuais de entrar nas cobertas das 5 da tarde depois de 10 de Junho.

O curioso é verificar que se respeita quem apadrinhado pela Câmara aí pode ganhar a vida, enquanto espanhois e portugueses que só querem zelar pela sua saúde, ficam impedidos de entrar.

Do Vereador Bagorro e de Faustino Miguéns, a isto só se espera silêncio, pois eles não lêem os blogs.

Então o Sr. Presidente Rondão Almeida que vai criar 500 empregos temporários não poderia colocar 3 ou 4 pessoas mais nas piscinas?
É que a muitas não vai ter nada que lhes dar que fazer!!!

A mim só me parece que a "proibição" de entrada de praticantes a partir de 10 de Junho antes das 5 da tarde é uma manifestação de poder, contra quem nada pode contra os interesses instalados.

Sítio do Picapau cor-de-rosa disse...

"Durante a sua intervenção o Presidente do Município Elvense lamentou o facto do Sr. Juiz da Confraria do Senhor Jesus da Piedade não dar vida aquele local (recinto das Feiras) onde se realizou o ano anterior o evento. Salientou que aqueles espaços são de Elvas e dos Elvenses e não de nenhum juiz de confraria seja ele quem for, referiu."

Isto é grave, muito grave. O Sr Presidente que governe a sua casa, coisa que faz bastante bem e deixe a casa dos outros em paz.

E se pensa que vai semear a discórdia entre os Confrades, está muito enganado.

O Parque Industrial que fique onde está, não queira encher o Parque da Piedade de Pavilhões(naves como agora por aí se diz).

democracia século 21 disse...

Mas o que é que estes comentários de merda acima têm a ver com o tema do post. Portinholices do costume. Parece que a filha recuperou da gripe e o Paulinho P. voltou à sua prática habitual da sujidade verbal!

JB disse...

Ainda bem que as piscinas não são como a maternidade, apetece dizer que a piscinas de Elvas são a maternidade dos espanhois

Search