edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 25.6.09
Etiquetas: , ,

Com a devida vénia, reproduzimos hoje o post do TasCa, com o qual este Velho Conselheiro concorda em absoluto.

"Já aqui tinha falado no assunto e recentemente voltei a ele porque acho que o sector do turismo em Elvas deveria ter profissionais a fazer o seu planeamento e gestão.
Esta segunda-feira para quem assistiu ao programa da Fátima Campos Ferreira na RTP1 sobre o tema deverá ter percebido que aquilo que aqui disse não é disparate nenhum, antes pelo contrário, tem toda a razão de ser.
Uma das maiores indústrias do mundo não se compadece com amadorismos e em Elvas tem sido gerido por estes últimos.
Se ouviram o programa, foram evidenciados uma série de parâmetros que são fundamentais para que esta indústria cresça de uma maneira sustentável.
A saber:..."
... continuar a ler aqui

TODOS SOMOS ELVAS!!

3 comentários:

democracia século 21 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
democracia século 21 disse...

Por acaso também vi e até gravei. O que foi fundamentalmente dito foi que os Centros Históricos se devem manter vivos e habitáveis com muitos parques gratuitos para os moradores.

Sem carros não há pessoas, há derrocada de casas, porque aos agentes privados não interessa construir onde não se pode vender.

Badajoz, por exemplo, bem ou mal teve o seu Centro reconstruído com casas com garagem.

O turista culto sempre procura os "locais" ou "indígenas" para conviver e Rondão Almeida expulsou-os do Centro.

Rondão Almeida transformou o centro num gigantesco "cemitério de casas" onde a alma urbana se perdeu. Os pombos, pelo contrário disfrutam das exlentes condições propiciadas pelo José Almeida!!!

Justiceiro Implacável disse...

Ó Século 21, estás enganado no tempo e nos nomes.
Isso acontecia ao Centro Histórico quando o PSD governava a Câmara e o teu papá era o Presidente da Assembleia.

Com Rondão Almeida, tem havido centenas de prédios recuperados, edifícios comprados e reutilizados para museus e equipamentos educativos, ruas requalificadas, construídos parques de estacioanemto para centenas de viaturas, infra-estruturas renovadas, actividades de animação que levam milhares de pessoas ao centro, esplanadas por todo, zonas de lazer, monumentos recuperados, etc, etc, etc.

Antes de Rondão Almeida o centro Histórico era uma ruína pegada e um deserto. Depois de Rondão Almeida fez-se toda esta requlificação.

Ciusta-te a engolir, mas paciência!

Search