edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 25.3.09
Etiquetas:


É apresentado amanhã pelas 18H00, em Sousel o o livro «Arte Sacra nos Concelhos de Elvas Monforte e Sousel», que resulta do inventário artístico realizado nos concelhos de Elvas, Monforte e Sousel, tem textos de Artur Goulart, coordenador técnico-científico do projecto, da equipa de inventariantes e do historiador Jorge Rodrigues.

Esta edição integra-se no projecto de Inventário Artístico da Arquidiocese de Évora, projecto iniciado pela Fundação Eugénio de Almeida em 2002, um exaustivo levantamento, estudo e catalogação do património artístico disperso por igrejas, capelas, seminários e instituições religiosas de 24 concelhos, que constituem a Arquidiocese de Évora.

No conjunto de obras que podemos encontrar neste livro, destaca-se um cálice de prata com inscrição e armas de Felipe II de Espanha, uma das raras alfaias litúrgicas associadas a este rei que ainda se encontram em Portugal, e símbolo da união que juntou as coroas portuguesa e castelhana, que se encontra no Museu de Arte Sacra  - Casa do Cabido da Sé de Elvas.

Esta, e outras peças, estão ao alcance do conhecimento de todos através de uma base de dados disponível na Internet (www.inventarioaevora.com.pt), onde é possível encontrar o seu registo fotográfico, assim como a sua história e função litúrgica.

4 comentários:

democracia século 21 disse...

"Esta, e outras peças, estão ao alcance do conhecimento de todos através de uma base de dados disponível na Internet (www.inventarioaevora.com.pt), onde é possível encontrar o seu registo fotográfico, assim como a sua história e função litúrgica."

ESCREVE O ZÉ DE MELLO NESTE POST,

E AGORA PERGUNTO EU:

Foi feito o inventário do antigo Museu Municipal(extinto por Rondão Almeida) do Largo do Colégio?

É que inventário permitiria a todo o momento saber onde está o riquíssimo espólio!

Recordo que há uns anos circulou a notícia de que alguns ex-votos da Piedade estariam num museu de Coimbra...

issope disse...

Ó Paulinho Portinholas vai lançar atoardas, baboseiras e insinuações sobre o que fez a tua família de útil enquanto teve na Câmara.
Levaram a Câmara á ruina, deixaram um falso-museu com o telhado todo roto e a meter água e com um espólio tão rico que até incluía peles de cobra... está tudo dito não acham...

A atoarda dos ex-votos é mais uma insinuação do costume... isto é mesmo o costume: "circulou a notícia", "diz-se", "ouvi por aí", ... "inventei, como é costume"... Está mesmo tudo dito!

issope disse...

É que eu não gosto de cobras sem pele, gosto das cobras bem vivas!

issope disse...

Zé de Mello,
a isto chamo violação da minha identidade bloguista e falta de "fair-play" do Paulinho Portinholas que copiou a minha foto e o meu nome.

O comentário das 12:06 não são do verdadeiro Issope, mas sim do Paulinho Portinholas que tenta jogar-me na lama.

Agradeço-lhe que como dono do blog reponha a normalidade e elimine os comentários que FALSAMENTE me copiam, a não ser que a partir de agora queira que outros bloguistas passem a copiar mais bloguistas.
Nunca se sabe o que pode acontecer, mas acho que não era bom para os blogs e era o descrédito completo destas coisas...
Imagine que alguém se lembra de copiar o nome e foto do Portinholas ou do Zé de Mello?
Era uma espécie de virus que só pode ser combatido pela "honestidade" dos gestores dos blogues para não permitirem estes infecciosos...

É a segunda vez que lhe peço que o faça. O blog é seu. Mas fica um alerta, esperando que a situação não atinja contornos mais desagradáveis.

Search