edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 16.9.08
Etiquetas: ,


No fim de semana de 17 a 19 de Outubro, o Centro de Negócios Transfronteiriços, em Elvas, recebe a I Feira do Património, numa organização do Palácio do Regedor, destinada a difundir e educar a população para a riqueza patrimonial existente no Concelho.

Afim de promover o evento junto dos jovens elvenses, realiza-se o concurso artístico “Património nas tuas mãos”, com o tema “Património Cultural do Concelho de Elvas”, estando aberto a trabalhos de fotografia, pintura e escultura, pondendo os trabalhos ser entregues até dia 6 de Outubro, recebendo os vencedores diversos prémios, para além da exposição de todos os trabalhos entregues no decorrer do Certame.
O Regulamento e outras informações estão disponivéis no Palácio digital.

9 comentários:

Três horas da manhã disse...

Parece ser uma boa iniciativa sem dúvida, em localidades como Elvas, as quais detém um património histórico notável, devém educar as populações para a preservação e divulgação do mesmo.

Cumprimentos

Elvascidade disse...

Excelente iniciativa. A cidade merece e o património requer iniciativas como esta. Parabéns.

Afonso da Maia disse...

Excelente iniciativa. A cidade merece que a Câmara trabalhe desta forma e o património tão rico que Elvas tem sai valorizado com actividades como esta. Parabéns.

issope disse...

Este é apenas um pequeno exemplo da qualidade das iniciativas culturais que a Câmara realiza. Esta difusão do património cultural do Concelho, através do atractivo de um aconcurso, dirigido aos jovens, é uma excelente ideia.

goncalo disse...

Uma boa ideia, só duvido que a adesão venha a ser muita, mas reconheço que é uma boa ideia.

Cpts.
Badji.

democracia século 21 disse...

Pena que o nosso Património fique associado à Cascata da Rua de Cadeia, à Fonte Luminosa do Largo da Misericórdia,

ou deteriorado como no caso das paredes da Câmara revestidas a granito Cinzento para esconder o mármore branco!

issope disse...

Lá veem os mesmos com os disparates habituais. O nosso património fica associado a grandes iniciativas como esta, como a primeira Feira do Património (sim, leste bem: a primeira), como a recuperação do edifício da Câmara (que os teus deixaram chegar á degradação total).
O nosso património fica também associado à recuperação e reutilização do Forte de santa Luzia, à recuperação da Sé, de muitas igrejas, á iluminação de muitos monumentos, etc., etc.

Infelizmente, na "democracia do século 21" ainda há anti-democratas como tu que não aceitam a verdade e procuram escondê-la atrás de grãos de areia. Felizmente, no século 21, nós elvenses já não somos paus mandados das vossas famílias. Agora já pensamos pelas nossas cabeças.

democracia século 21 disse...

Ó issope, és um estúpido, faz os teus próprrios comentários e não comentes os comentários dos outros.

Compreendo o teu apego ao poder, mas a Democracia vai-se encarregar, na sua capacidade de regeneração de te depurar.

Brevemente, depois das próximas autárquicas, vais saber o que a vida custa!

issope disse...

Começam as ofensas quando sabem que não têm razão!
Ai ressabiados, que vos custa ler as verdades. Mas não têm outro remédio senão ler e ver. E mantenham os olhos bem abertos, porque vão continuar a ver muitas obras, muitas actividades e, percebo, pois... muita tristeza e desalento da vossa parte.

A democracia é que se tem encarregado de gente como vós, que não sabem aceitar o voto popular. Ainda é o povo que vota.

Mas, talvez vocês ganhem as eleições nos blogs! É só simularem uma votação e os mesmos votarem mil vezes, como os meninos estavam habituados a fazer no tempo da Outra Senhora, sem internet, claro.

Às vezes sou obrigado a sentir pena da vossa fraca capacidade de análise e da vossa ilusão eterna, mas percebo que isso vos traz uma felicidade momentânea e que a mais nada podem aspirar.
Feliz é o que se satisfaz só a sonhar; quando acorda do sonho é que lhe chega a tristeza. Paciência!

Search