edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 6.7.07
Etiquetas:




Obrigado Dr. António Cachola por permitir aos Elvenses admirar a sua colecção e dotar a sua, e nossa, Cidade de uma âncora cultural deste tamanho!



Visite o Museu também na internet www.cm-elvas.pt/mace

21 comentários:

Anónimo disse...

A inauguração só me fez lembrar o tempo das trevas fascistas, estavam o clero, os militares, os mecenas, o Sr Governador Civil etc.Estaava tudo muito arrumadinho e no fim até houve um bodo aos pobres. Apenas uma lufada de ar fresco para o Pinhranda, que discursou com uma simplicidade impressionante e à noite dançou na praça com a família, cumprimentando toda a gente e acompanhado de umas miúdas da cultura lindas. Apostava a vida em como Elvas não tem meios para segurar mais de 3 meses uma pessoa com a categoria do Pinharanda, que poe ser um génio logo vai compreender os bastidores dos jogos de poder dos socialistas e dos "intelectuais" profissionais tachistas que giram na órbita do museu para ganhar a vida.

Anónimo disse...

...dentro de uns dias o Mace vai ser disputado pelos meninos socialistas em luta pelo controle do museu, procurando a sua auto-promoção em detrimento daqueles que tudo deram para que fosse possível fazer o museu...

Anónimo disse...

...entretanto o novo-riquismo do rondão adulterou a fachada traseira do museu, abrindo um enorme buraco na parede e revestindo a mãrmore a parede a partir da altura de metro e meio,(para baixo já existia), assassinando o contraste que antes havia entre as paredes e a cantaria. A estes bichos que compram arquitectos para legitimar todo o tipo de asneiras o IPPAR tudo permite. Será corrupção?

Anónimo disse...

Pelos comentários que aqui leio vejo como é a sociedade elvense. Todos dizem mal mas ninguém faz nada. Isto não é o interior deprimido, é o interior atrasado mental.

Anónimo disse...

...no fim até houve um bodo aos pobres para comprar mais uns votos socialistas, a propaganda do rondão a funcionar no seu melhor...

Anónimo disse...

...aquele Sr que escreve na pag 10 do linhas e ia às inaugurações do Américo Tomás vai escrever que estava tudo lindo - não se esqueçam paiol - a propaganda socialista tem ofuscado a verdade que um espírito livre deve ter, os artistas elvenses foram marginalizados para dar lugar a segundas escolhas de "artistas" que têm acesso às galerias de Lisboa.
Porque não foi feita a sala do pintor Xico Pereira?...

Anónimo disse...

...e os boys do PS vão continuar a marginalizar os elvenses António Cadete - de que o rondão não gosta - e os grandes de Elvas, Elisabete Fiel, António Serra, Céu Pegunho e Mário Figuiredo continuarão a ser esquecidos pelo MACE...

Anónimo disse...

...conterrâneos não nos deixemos embasbacar, as verdades devem ser ditas por muito que isso custe à maquina dos boys socialistas, entre os artistas elvenses e as segundas escolhas dos "artistas" de lisboa com "certificado socialista de Qualidade" os artistas de elvas serão sempre marginalizados...

Anónimo disse...

...e o grande pintor elvense António Cadete nunca terá lugar no Mace porque fez umas caricaturas do rondão no jornal "O Despertador" e o socialista Francisco Espiguinha já o excomungou...

São Pedro disse...

Se os comentários acima traduzissem a realidade do pensar elvense, era preocupante.
Felizmente não!
Há um nicho importante de apreciadores de Arte Contemporânea, mobilizador de uma certa economia cultural, que não vai deixar de acarinhar este projecto, tornando-o o MACE proveitoso para o turismo, hotelaria e restauração da cidade.

Boa-Fé disse...

Quando grandes jornais de referência cultural portuguesa, na última sexta-feira, salientaram a abertura do MACE... estavam todos enganados!
Faltou-lhes vir cá, para conhecer estes empata-obras, escrevinhadores de blogus elvenses.
Quando nos falta dimensão ou honestidade intelectual, para reconhecer o valor da abertura do MACE, tal como da Biblioteca Municipal dentro de meses, somos, de facto, muito pequeninos.
Até o Tiago Abreu aplaudiu.
Está tudo dito.

Anónimo disse...

...É extraordinário o que assina pelo nome dos bairros,por falta de argumentos, chama escrevinhador
àquele que sou eu,quando as verdades são ditas, OS ARTISTAS ELVENSES CONTEMPORÂNEOS FORAM MARGINALIZADOS E CONTINUARÃO A SER COM A POLÍTICA DE COMPRAS A SER IMPLEMENTADA PELA CÂMARA. O grande António Cadete será um proscrito por ter colaborado com caricaturas em "O Despertador", órgão independente de Elvas que não precisa do Rondão. Quem é de Elvas sabe quem não se deixa vender...

JC(outro Zé) disse...

Mais uma vez tenho que fazer o esforço de aqui vir a escrever umas linhas!

Caro Zé de Mello:
É para mim muito penoso vir aqui ler os comentários que se fazem aos seus escritos. Sabe, sempre fui e sou contra aqueles que nos querem calar: dantes com o lápis azul e hoje com as pressões. Mas, e há sempre um mas, não o deixaria de o apoiar se fizesse por aqui alguma censura. Eu explico: já deve ter reparado que o nível educacional, cultural e até mesmo moral dos que aqui escrevem estão abaixo de um carroceiro. Vêm aqui debitar ódios, invejas, mentiras, etc.
Será que esta "gente" merece ter a liberdade que lhes foi dada há 32 anos?
Criticar o que está mal, sim senhor!!
Louvar o que de bom foi feito, sim senhor!!
Agora aquilo que se escreve aqui, não passa de diarreia mental duns complexados, traumatizados ou com inveja de não poderem fazer aquilo que fazem aqueles que tanto "criticam".
Isto é um absurdo.
Por favor caro Zé de Mello: não o conheço (penso eu) mas por aquilo que escreve já deu para fazer uma ideia da pessoa que é e como tal acredito que não seja do tipo de aqueles que goste de "cortar". Mas vá lá! Um cortezito na ignorância, na intolerância, na estupidez não faria mal nenhum!
Os respeitosos cumprimentos de alguém que não tem grande admiração por aquele que aqui chamam de "regedor"
JC(outro Zé)

Anónimo disse...

...este rapaz incita à censura, diz que dantes havia o lápiz azul e agora quer adoptar os mesmos métodos, o Zé de Mello, de certeza que não gosta do que eu escrevo, mas sabe que um livre pensador como eu ajuda a que suba o n.º de visitantes ao blog . Este senhor do antigamente-fascismo/comunismo- ainda não percebeu que um dos pilares da DEMOCRACIA é a liberdade de expressão. Felizmente nem todos prestamos vassalagem ao rondão senão isto era uma seca. Por muito que lhe custe o fascismo já lá vai, o comunismo já lá vai...

Anónimo disse...

Alguém que conheça o mini-Góis pode admitir que o Zé de Mello é ele?
Eh, pá! deixem-se de brincadeiras.

Anónimo disse...

...Seja lá sincero ó JC(outro Zé), quantas vezes foi fazer compras a Badajoz? MUITAS
Quantas vezes meteu gasolina em badajoz? MUITAS
Quantas vezes comeu calamares em badajoz? MUITAS
Quantas vezes foi à vida nocturna de badajoz? MUITAS
QUANTAS VEZES FOI AO MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE BADAJOZ? NUNCA
As coisas valem o que valem, enfim recuperou-se com mau gosto um edifício(fachada traseira), e resolveu-se o problema do Dr. Cachola que tinha falta de espaço em casa. Enfim é uma pedrinha...

Anónimo disse...

...Ó baluarte, ó aquele que quer censura, ó aquele que responde pelo nome dos bairros, o mace é apenas uma pequeníssima contribuição, se se quer recuperar o Centro tem que ser à custa dos investidores privados aos quais se tem que dar lugar de estacionamento para os carros...

Anónimo disse...

...mas as atrofiadas cabeças socialistas não percebem que têm que ser os privados a recuperar o centro, que está entregue aos pombos. o mace foi mal recuperado e marginaliza os artistas da terra, o resto terão que ser os privados...

JC(outro Zé) disse...

...Seja lá sincero ó JC(outro Zé), quantas vezes foi fazer compras a Badajoz? MUITAS
Quantas vezes meteu gasolina em badajoz? MUITAS
Quantas vezes comeu calamares em badajoz? MUITAS
Quantas vezes foi à vida nocturna de badajoz? MUITAS
QUANTAS VEZES FOI AO MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE BADAJOZ? NUNCA
As coisas valem o que valem, enfim recuperou-se com mau gosto um edifício(fachada traseira), e resolveu-se o problema do Dr. Cachola que tinha falta de espaço em casa. Enfim é uma pedrinha...


Meu caro caro amigo.

Em relação ao que disse, fale por si.

Graças a Deus conheço não só o de Badajoz como muitos em outros tantos lugares do MUNDO!

Para ser franco, mesmo conhecendo muita coisa, não sou grande apreciador deste género de arte. No entanto para poder falar, tenho ao menos que conhecer e tentar compreender e é isso que sempre tenho tentado fazer.

Há, e para dar só um exemplo, aqueles que não votam e depois dizem mal de tudo e de todos. Qual é a moralidade que têm para falar? Nenhuma!!!

Aqui, fala-se muito e a maior parte das vezes só demonstram uma ignorância atroz.

JC(outro Zé)

consciencia do povo disse...

Não sou apreciador nem ferquento museos entendo porem que tudo tem os seus apreciadores e se um bom Elvense como o Cachola pôs ao dispor da autarquia as suas obras de arte e atendendo que a obra foi co financiada pela UE e que há mecenas que patrocinam o museo não percebo este tipo de critica.
Tenho a certeza que o Dr Cachola mais dia menos dia terá um espaço dedicado aos artistas Elvenses ele é um bom Elvense.
Quanto ao nosso artista António Cadete se já era um grande artista antes das caricaturas a história de Elvas vai fazer-lhe justiça exatamente pela coragem que teve de em plena "ditadura democrátiaca" ter satirizado o poder instalado em Elvas.

Anónimo disse...

Ó Jc(o outro Zé):
Vamos lá ser sinceros, os leitores do blog não são parvos.

Quantas vezes por ano vai um elvense médio a Badajoz?MUITAS vezes

QUANTAS VEZES POR ANO VAI UM ELVENSE MÉDIO AO museu de arte contemporânea de Badajoz? NUNCA

Eu também já fui Museu de A contemporânea de São Paulo-Brasil, mas não fui ao Brasil de propósito visitar o museu. O MACE por si próprio não traz turistas a Elvas, mas de si que pediu ao dono do blog para eu ser censurado, tudo se pode esperar...

Search