edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 20.7.07

Hoje permite-se, mais uma vez, este Velho Conselheiro dedicar umas linhas à Agenda do Concelho de Elvas. Obviamente também a quem a produz.

As primeiras palavras são de agradecimento ao Palácio do Regedor por disponibilizar aos cidadãos esta ferramenta que permite gerir seus tempos lúdicos.

Em segundo lugar recordar aquilo que a 26 de Junho'06 aqui se escreveu sobre o Boletim Oficial do Regedor, e que serve também para esta outra publicação:




  • Uma mudança a nível gráfico, iria concerteza melhorar a receptibilidade por parte dos munícipes;


  • Também o suporte fisíco poderia ser melhorado optando-se por um papel reciclado, mais amigo do ambiente e menos poluidor;


A nível de conteúdo há que se fazer um aproveitamento desta publicação períodica para transmitir outro tipo de informações aos cidadãos e que também aqui já foram propostos a 22 de Maio'06, a saber:





  • Dar a conhecer a história das várias colectividades do Concelho;
    ou figuras "tipícas" elvenses;


  • Incluir os Museus da Cidade com descrição das colecções;


  • Farmácias de Serviço;


  • Horários de Transportes Urbanos e para as freguesias;


A estas propostas, permite-se este Velho Conselheiro, deixar outras à consideração e apreço do dito Gabinete e respectiva responsável política:





  • Toponimia - Quantos sabem quem foi por exemplo João Crisostomo Antunes? ou porque se chama Rua do Touro a esta arteria?


  • Protecção Civil - Difundir actuações de segurança e prevenção relacionadas com ondas de calor, fogos urbanos, inundações, etc.


Uma última palavra para recordar que esta Agenda do Concelho pode ser também um meio de promoção turística, pelo que a mesma deve ser disponibilizada a quem procura os Postos de Turismo da Cidade bem como deverá ser enviada às unidades hoteleiras locais para a sua distribuição a quem pernoita na Cidade.

3 comentários:

BALUARTE disse...

Meu caro conselheiro concordo que a agenda cultural de Elvas deveria de facto ser modernizada graficamente, mas mais do que graficamente sugere-se uma alteração de conteúdo.
As farmácias, a polícia e afins estão nos jornais locais, aposta deveria na melhoria da qualidade cultural.
Gostaria que um dias destes pedisse uma agenda cultural de Portalgre e visse a qualidade de programação, centrada não só no Centro de Arte e Espectáculos mas numa série de actividades culturais integradas.
Aí está um exemplo de acção cultural não restrita a fins propangadisticos ou demonstrativos de dinâmicas culturais que não existem, e que se fazem neste momento para vender uma cidade patrimonial à UNESCO, que na verdade é vazia de teor cultural.

João Pereira de Abreu disse...

Caro Zé de Mello:

Substitua a capa da Agenda pela dos meses de Julho e Agosto, está bem gira.
Em Elvas, somos um bocado como o senhor Baluarte escreveu...
Bom é Portalegre, e Nisa, e Crato, e Alandral, e Cuba, e Odemira, e Almodôvar.
Todos bons, graças a Deus!
Mas muitos a gostar de estar onde nós estamos e de ter o que nós temos.

Anónimo disse...

Essas coisas que pediu têm saído em algo que tem mesmo muita qualidade e que sai com o boletim de vez em quando. A revista Elvas História Viva. Conhece?

Search