edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 19.7.07
Etiquetas:






Recentemente foi-nos enviado um email que propunha a implantação do "Circuito das Fortificações".

«Não seria de aproveitar a vinda das pessoas que virão, pelo menos nos próximos tempos, visitar o MACE, para as levar a visitar as nossas muralhas?
E é simplicíssimo! É indicar com placas onde se escreverá o seguinte: Muralhas de Elvas, sec.XVII, Baluarte de Olivença, neste baluarte existiria outra placa com uma seta a indicar o seguinte baluarte, Baluarte da Porta de Armas, a seguir outra seta a indicar, Baluarte de S. Domingos, a seguir indicação do Baluarte do Casarão, depois outra indicação que levaria ao Baluarte da Porta Velha, a seguir o Baluarte da Corugeira, depois o de Stª Bárbara e assim até se fechar o circuito.





Será muito difícil? Será preciso muita imaginação? E é um circuito que se pode fazer a pé ou de automóvel desde que esteja bem indicado. E pode ser feito todo ou parte. Mas estas indicações têm que ser feitas por quem sabe.



É que as pessoas de Elvas não se apercebem do valor que Elvas tem. Para se ver tudo em Elvas não chega um dia e os turistas tinham que dormir, comer dois dias, para ver Elvas propriamente dita e o Forte de Stª Luzia e visitar (só) por fora o Forte da Graça. Mas para isso as coisas têm de estar indicadas. Os turistas não adivinham! Indicadas cá dentro e indicadas fora, nas estradas e auto-estrada.



Já viu a placa que indica o Forte da Graça? Devia estar uma placa grande nas entradas de Elvas. Mas o que existe é uma placa pequena semi-apagada só no cruzamento das Sete Cruzes. Há muita gente de Elvas que nunca lá foi. Se calhar o Sr., uma vez que quando foi feito já tinha morrido. Estou a falar de fazer só o circuito externo. Experimente e depois diga.»

5 comentários:

Anónimo disse...

...e a Vodafone fez de elvas cidade pioneira ao presentear-nos na rede fixa com adsl+voz+fax por apenas €19,90 sem pagar assinatura à PT comunic., mantendo o mesmo n.º de telefone...

Anónimo disse...

...e a Vodafone fez de elvas cidade pioneira ao presentear-nos na rede fixa com adsl+voz+fax por apenas €19,90 sem pagar assinatura à PT comunic., mantendo o mesmo n.º de telefone...

Anónimo disse...

...Sr "conselheiro" intelectual esquerdista de trazer poe casa:

NINGUÈM vem a elvas visitar o MACE, se quiser dar projecção e visibilidade a elvas, trate lá de arranjar uma casa no centro da cidade, quando se desce a Rua de S.Lourenço do lado esquerdo há uma à venda...

...e trate de instalar em Elvas uma POUSADA DE JUVENTUDE, o que aliado ao facto de ser elvas ser servida por comboio traria a elvas um turismo especial...

Anónimo disse...

...e elvas teria visibilidade nos grandes guias de viagem, por exemplo GUIDE DU ROUTARD, TRAVEL SURVIVAL KIT ou LONELY PLANET...

...e elvas seria visitada por turistas cultos de comboio ou de carro, que visitariam toda e dormiriam uma noite...

...lamento estar a dar ideias aos detestáveis socialistas agarrados que nem lapas aos tachos, mas dou-lhes ideias pelo bem da nossa cidade...

Nuno disse...

Passei 3 meses e 12 dias da minha vida no interior do Forte da Graça´,em 1970.Há poucos dias passei por lá volvidos 38 anos e apesar do tempo que vivi lá não me ter deixado saudades,fiquei triste por ver o estado de abondono a que foi votado.
Porque razão não o abrem ao publico,porque razão não colhem os testemunhos de quem lá esteve,de quem viveu as idas constantes ao "marechal"nome dado ao chafariz onde os militares reclusos no Depósito disciplinar íam buscar água?
Façam dessa história um circuito e dêem a conhecer parte do que foi o tratamento dado aos militares que não concordavam com o antigo regime.
Eu estou disposto a prestar testemunho e tenho a certeza que como eu muitos mais estarão interessados em fazê-lo.
Mas se não estiverem dispostos a isso,ao menos salvem o monumento que é uma das mais belas e bem conseguidas fortificações Portuguesas.
Nuno Ganchinho do Rosário
ganchinho560@gmail.com

Search