edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 12.6.07
Etiquetas:


Na comunicação da Vereadora Elsa Grilo, em representação do Regedor, nas Jornadas técnicas transfronteiriças sob o título “A raia abaluartada ibérica: paisagem cultural da Humanidade”, esta terminou a sua comunicação referindo-se à possibilidade de criar uma eurocidade:



“Por outro lado, a possibilidade de constituição de uma eurocidade, envolvendo Badajoz e Elvas, tem vindo a ser ventilada, com uma frequência crescente nos últimos meses. Sobre este assunto, desejo dizer a esta plateia ilustre que Elvas está aberta a traçar os caminhos do futuro, com determinação e pioneirismo. Dito de outra maneira: temos muito orgulho no passado, mesmo sem renegar os episódios onde estivemos em campos opostos. O passado não pode ser alterado e a História deve ser respeitada, até como ensinamento para melhor percebermos alguns episódios por que o mundo está a passar no presente. Porém, é obrigação de quem dirige estes Povos de fronteira perceber como pode ser diferente o futuro. A Europa, em especial os países da União Europeia, caminham para ser um vasto território dividido em regiões. E, nestas regiões, hão-de surgir as euro-cidades, já começaram a surgir. Dentro do que conheço, não encontro outro exemplo, melhor do que este de Badajoz e Elvas, para a constituição de uma eurocidade. Esse objectivo não é para ser atingido já amanhã; tal não é possível, temos de ter essa consciência. Porém, naquilo onde puder haver participação da Câmara Municipal de Elvas, contam com a nossa determinação para caminharmos, em conjunto, para essa finalidade. Assim como, todos os municípios da Extremadura podem contar sempre com a maior colaboração e a total abertura e disponibilidade da Câmara Municipal de Elvas. Tudo isto, por uma razão simples: apesar de um passado de guerras em que os nossos povos foram envolvidos ao longo de séculos e que deu origem a este riquíssimo património abaluartado que preservamos; a verdade é que, para nós, se há povos que podem ser considerados irmãos e amigos, nesse conjunto estão de certeza os Elvenses e os Extremenhos”.

2 comentários:

Florielsa disse...

estou onfendida, deixem de me plagiar nesta coisa!

Anónimo disse...

Vamos avançar rapidamente. Quero o IVA igual a Espanha, e os serviços de electricidade, internet, telefone e TV de Espanha, quero o Celdrán na Câmara Municipal comum, da Eurocidade.

Search