edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 18.10.06
Etiquetas:

Foi apresentado esta semana a proposta de lei do Orçamento de Estado para 2007, que seguirá agora para votação na Assembleia da República. Interessa pois analisar as verbas que o Governo da Nação se propõe distribuir pelo nosso concelho.
Directamente para os cofres do Palácio do Regedor entrarão 7.997.439€ provenientes do Fundo Equilibrio Financeiro destinados aos gastos com pessoal e despesa corrente, bem como para as atribuições delegadas nos municípios. Note-se que o concelho de Elvas torna a ser o que mais recebe do distrito.
Das grandes opções da politica do Ministério das Obras Públicas encontramos que são atribuidas verbas à ligação ferroviária Sines/Caia bem como ao projecto de alta velocidade, embora estas últimas continuem adjudicadas mais um ano a estudos e projectos. Quanto à Plataforma Multimodal do Caia não encontrou este Velho Conselheiro uma única linha.

Quanto ao Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central, vulgo PIDDAC, para o ano de 2007 e para o concelho, este é contemplado com um total de 2.240.151€ distribuido do seguinte modo:

  • Ninho de Empresas de Elvas - 15.000€
  • Programa Polis Elvas - 935.246€
  • Estabelecimento Prisional de Elvas - 37.500€
  • Biblioteca de Elvas, no âmbito da RNPB - 27.721€
  • Conservação do Parque Escolar, tuteladas pela DGEALT - 31.500€
  • Pálacio da Justiça, para Salas de Audiências - 250.000€
  • Hospital de Sta. Luzia, melhorias na área de farmácia - 211.921€
Para além destes números poderá o concelho receber outros investimentos estatais de acordo com os programas pontuais que os vários ministérios tenham previstos para Elvas, sendo os valores atrás apresentados aqueles que o Governo da Nação se propõe investir na nossa terra e que de forma geral me suscitam as seguintes questões:
    • Plataforma Multimodal - não há!?!?
    • Estabelecimento Prisional com investimento?! assegura isto o não encerramento do mesmo??
    • Para além da recuperação do Rossio de S. Francisco quais são as outras áreas onde se vai despender os euros Polis??
    • Com a remodelação no organograma do Ministério da Justiça e das comarcas judiciais está assegurado a continuação da Comarca de Elvas??

5 comentários:

rosamaria disse...

Mas há uma menina nascida nas urgencias às 6 horas da manha de hoje assistida por medico com a especialidade " medicina dentaria" ( não há muita diferença ,são ambas bocas do corpo ,so que a inferior não tem dentes) e um médico internista.(Espenhol)
Não foi contactado nenhuma obestetra, nem enfermeira especialista em obstetricia, nem pediatras...e agora onde está a segurança do RN( recem nascido ) nesse constexto ?
Nascer nas Urgencias, ou nas ambulancias, pelos caminhos em distâncias que sendo curtas podem matar...Onde está a qualidade ?Onde estão tantas coisas que encerraram a Maternidade Mariana Martis?E que chamaram de criminosos os profissionais daquele mesmo serviço? Onde está o Presidente da Camara de Elvas que levou na sua Candidatura a Maternidade como sua bandeira?Onde está todos os que ajudaram a encerrar um serviço que se não tinha nºs suficientas ??quantos nascimentos houve depois do seu encerramento?
Uma vergonha mas somos a caca do mundo com reformas de restruração que só engorda os bolsos de alguns oportunistas....mentiras só mentiras mas já agora para que se resolva esta vergonha e que haja algum respeito pela dignidade das mulheres desta cidade que mudem então o nome da maternidade para( MATERNIDADE RONDÃO DE ALMEIDA) e verão com a mesma entra em funcionamento ...fiquem bem e discutam o assunto ...EESTOU ZANGADA E TRISTE COM TANTA MENTIRA A TAPAR OUTRAS MENTIRAS...

LADY disse...

Eu vi na RTP 1 a noticia, é verdadeiramente impressionante, como o destino é irónico.
Compreendo a sua revolta Rosamaria,quando tempos idos cuidou da filha mais velha do regedor com tanto carinho...
Pergunto, porque não ficou em Évora, e dava lá à luz, se lá fora é que é bom.
Mas claro , eu sei que ela cá em Elvas, gozou de um tratamento de princesa.

Peço desculpa Ze de Mello não foi o tema que trouxe para abordagem.

Anónimo disse...

O tema é da maior importancia por ser o investimento estatal no concelho.
Não me parece que 37500 euros de investimento assegurem a continuação ou não da prisão de Elvas nem que os 250000 garantam a comarca de Elvas.
Mas o que é verdadeiramente preocupante é a plataforma Multimoidal não ter um niquel de investimento, com os nossos atrasos nos programas, Espanha vai estar pronta na data prevista e nós 3 a 5 anos depois (apostamos!).
Tambêm gostaria de saber quais os locais onde vai haver intervenção no Polis há ou não intervenção na zona do Castelo!????

Anónimo disse...

Bem , já que o tema dominante por aqui é mesmo a maternidade e afins deixem-me deixar (passe a redundância) aqui uma apostilha e porque não a pontinha do véu para que o Zé de Mello ou outros que tais possam averiguar.
Presupostos - 1-O Hotel D. Luís está à venda, 2- álvaro pacheco demitiu-se da administração do hospital, 3- Rondão Almeida fará apenas mais três anos na Câmara de Elvas. O que terão estes três acontecimentos em comum? Deixo isso à vossa consideração...Mas porque não já agora uma maternidade Rondão Almeida (desta vez como sócio) noutro local que não o da "Mariana MArtins"? Pensem amigos ..pensem...presuposto 1 + presuposto 2 + presuposto 3 = ????

LADY disse...

Presuposto 1 = Nova Maternidade
Presuposto 2 = Profissional da saúde e futuro empresario de unidade de sáude
Pressuposto 3= Futuro gestor
=
SERA ASSIM ???????

Search