edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 14.7.06
Etiquetas:

Olhemos hoje para o Património de origem portuguesa espalhado pelo mundo, são 21 sítios em 15 países em 3 continentes, vejamos pois:
 Sítio arqueológico de Qal’at al-Bahrain, Bahrain. Ano de classificação: 2005 - O forte (qal'al) português na antiga capital de Dilmiun era um importante entreposto comercial nas rotas ultramarinas.
 Missões Jesuítas dos Guaranis: Santo Inácio Míni, Santa Ana, Nossa Senhora do Loreto e Santa Maria Maior, Província das Missões, Argentina e Ruínas de São Miguel das Missões, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Ano de classificação: 1983; Extensão: 1984 - Ruínas de varias missões jesuitas dos sec. XVII e XVIII.
 Centro Histórico de São Salvador, Estado da Bahia, Brasil. Ano de classificação: 1985 - Foi a 1ª capital do Brasil entre 1549 e 1763, tendo sido ai estabelecida o primeiro mercado de escravos.
 Centro Histórico de São Luís, Estado do Maranhão, Brasil. Ano de classificação: 1997 - Exemplo da planificação urbanistica do sec. XVII duma colónia portuguesa.
 Centro Histórico de Diamantina, Estado de Minas Gerais, Brasil. Ano de classificação: 1999 - Centro de Exploração de diamantes no sec. XVIII.
 Centro Histórico de Goiás , Estado de Goiás, Brasil. Ano de classificação: 2001 - Mais um exemplo do modelo colonial português e da sua adaptação ao território.
 Centro Histórico de Olinda, Estado de Pernambuco, Brasil. Ano de classificação: 1982 - Centro de Exploração da Cana de Açucar desde o sec. XVI, testemunha a presença portuguesa e ocupação holandesa através do seu rico património edificado.
 Centro Histórico de Ouro Preto, Estado de Minas Gerais, Brasil. Ano de classificação: 1980 - a riqueza que chegava a Portugal em oitocentos tinha ponto de partida nesta cidade mineira.
 Santuário do Bom Jesus de Matozinhos em Congonhas, Estado de Minas Gerais, Brasil. Ano de classificação: 1985 - uma imagem do Minho português em pleno Brasil com a arte do Aleijadinho.
 Centro Histórico de Macau, região administrativa especial de Macau, China. Ano de classificação: 2005 - Ponto de encontro entre o Oriente e o Ocidente.
 Cidadela de Fasil Ghebbi, região de Gondar, Etiópia. Ano de classificação: 1979 - esta cidade-fortaleza foi residência dos imperadores Fasilides, sendo uma mistura das influencias arabes e hindus com o barroco dos missionários portugueses.
 Ilha de James e áreas relacionadas, distritos do Baixo Niumi e Alto Niumi e Município de Banjul, Gambia. Ano de classificação: 2003 - Conjunto de ilhas ao longo do rio Gambia que testemunham o trafego de escravos e sua abolição, bem como o corredor natural que este rio significava para o interior africano.
 Fortes e castelos em Volta, Greater Accra, regiões central e oeste, Gana. Ano de classificação: 1979 - também este já mencionado no anterior édito dedicado ao património fortificado e classificado, é mais uma testemunha do passado português.
 Igrejas e Conventos de Goa, Estado de Goa, Índia. Ano de classificação: 1986 - Antiga capital da India portuguesa, inclui a Igreja do bom Jesus, onde está sepultado S. Francisco Xavier, são um exemplo da evangelização do Oriente.
 Cidade portuguesa de Mazagão (El Jadida), região de Doukkala-Abda, Província de El Jadida, Marrocos. Ano de classificação: 2004 - Para além da fortaleza maritima inclui ainda igrejas de estilo manuelino.
 Ilha de Moçambique, Província de Nampula, Moçambique. Ano de classificação: 1991 - Mais uma fortaleza na rota da India.
 Missões Jesuítas da Santíssima Trindade do Paraná e Jesus de Tavarangue, Itapua, região Oriental, Paraguai. Ano de classificação: 1993 - Missão Jesuita ao longo do Rio de la Plata
 Ilha de Gorée, na região de Cabo Verde, Senegal. Ano de classificação: 1978 - Hoje em dia é um centro de reconciliação depois das multiplas nações europeias a terem utilizado como escala nas rotas esclavagistas.
 Cidade Velha de Galle e as suas fortificações, Província do Sul, Sri Lanka. Ano de classificação: 1988 - Fundada no sec. XVI pelos Portugueses é um exemplo da miscinação entre a arquitectura asiática e europeia do sec. XVIII.
 Ruínas de Kilwa Kisiwani e de Songo Mnara, região de Lindi, distrito de Kilwa, República Unida da Tanzânia. Ano de classificação: 1981; Inscrição na Lista do Património Mundial em perigo: 2004 - Outro entreposto na rota das Indias Orientais.
 Bairro Histórico da Cidade de Colónia do Sacramento, delegação de Colónia, Uruguai. Ano de classificação: 1995 - Fundada pelo portugueses no Rio de la Plata, e posteriormente conquistada pelos espanhóis é uma exemplo claro do estilo colonial ibérico.

3 comentários:

Anónimo disse...

O que é que isto tem haver com Elvas.
Gera turismo?
Cria trabalho aos elvenses?
Que contribui para a nossa felicidade?
looooooooooool
Ai ai zé

Jocas disse...

pois, realmente tenho de concordar...é bonito para os "portugueses", mas para elvas...bom...bem...zézito, vamos voltar ao tema, eu sei é verão está tudo de férias, não há noticias...mas inventa-se vá, deixa aqui um apelo:

A todos os elvenses que não estejam de férias, VAMOS CRIAR NOTICIAS, toca a mexerem-se!

teu admirador disse...

quando é que te mostras ze?

Search