RI8

edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 21.6.06
Etiquetas:


Hoje joga a Selecção Portuguesa de Futebol. É dia de os "tugas" sairem de bandeirinhas nos carros, camisolas da selecção e até as senhoras vão ouvir e tentar ver os "meninos da selecção" jogar contra o México.
Espero que no meio dessa febre nacional-esférica os Elvenses se lembrem que hoje o Regimento de Infantaria 8 celebra o seu derradeiro Dia da Unidade, recordando a data de 1813 e a Batalha de Sta. Vitoria do Ameixoal - Estremoz. Uma das últimas datas festivas desta unidade, bastião das tradições castrenses em Elvas, que tem já marcada a sua extinção para dias próximos.
A próxima vez que se virem militares na rua em Elvas será o dia de fecho do Quartel de S. Domingos... e depois?

11 comentários:

OJ disse...

Ó Elvas! Ó Elvas! Espanha à vista!!!!
Ora tiram a maternidade, dando a alternativa da espanhola, talvez para mais facilmente os elvenses adquirirem a nacionalidade espanhola. Depois tiram um símbolo forte de soberania, é o caso do regimento militar.
E ainda há quem chore o caso de Olivença.
Pelo governo Elvas é para ser dada de mão beijada aos espanhóis? Curioso como o sentimento lusitano dos elvenses está a ser colocado à prova não por Espanha mas pelo governo português.

Anónimo disse...

Sempratento

Ligar a história do Regimento de Infantaria à Batalha do Ameixial é um grave erro histórico. Vamos lá ver se nos entendemos: a Batalha do Ameixial (entre Estremoz e Sousel) foi em 8 de Junho de 1663, integrada na Guerra da Restauração, tal como a "nossa" Batalha das Linhas de Elvas, três anos e meio antes. O Regimento é muito posterior, amigo Zé de Melo. No meio da "febre-de-dizer-mal-de-tudo" de tantos "bloguistas", talvez este erro passasse em claro, se não fosse este "Sempratento".

Ze de Mello disse...

Caro SEmpratento muito obrigado pelo seu atento esclarecimento, e por rectificar um erro do Zé de Mello.

Vejamos:

Batalha da Vitória - 21/06/1813 - O exército francês, comandado pelo rei José, tendo como seu chefe de estado-maior o marechal Jourdan, em fuga desordenada é derrotado pelo exército aliado, comandado por Wellington, e obrigado a abandonar a Espanha

Regimento de Infantaria 8 - A Infantaria em Elvas data de 1641 do Terço de Elvas. O Dec. de 24 de Novembro de 1707 vem levantar o Regimento de Infantaria de Elvas. Em 1762, o Regimento é subdividido no 1º Regimento de Infantaria de Elvas e no 2º Regimento de Infantaria de Elvas.

mais informações em: http://www.exercito.pt/portal/exercito/_specific/public/allbrowsers/asp/projuhistory.asp?stage=1

Anónimo disse...

Qual será o próximo?

Xanu disse...

O importante deste post não são as datas em que ocorreram as batalhas, mas sim o facto deste ser o último Dia da Unidade que o RI8 vai assinalar.
É mais uma perda para a cidade...e a seguir o que se segue?
É melhor começarmos a pensar que mais ano menos ano podemos vir a ser "una barriada" de Badajoz.

zé de varche disse...

Vamos tds ao museu ver a sucata do ultramar

Natal disse...

Em elvas freguesia de Badojoz?
Pele seleção só pode ser uma bandeira espanhola nas janelas.mas o elvenses ainda não sabem disso.
Devem andar a dormir ou então a fazer lá ciesta.

Anónimo disse...

a seguir vamos todos ver o museu do lixo. a proposito ate era um bom tema pa museu n axam? ou "da mizéria"
sim pq ninguem com a mona no sitio vai deixar sair qq peça do seu expolio.
Ou axam k por explo o museu militar vai permitir a saida de qq peça para esse efeito? ou Extremoz? Nem os tarecos k embelezam o seu jardim.
vamos todos assisitr é a uma gde banhada nao se esquecam. esperem pla pancada e vamos ver é o k se vai seguir

Anónimo disse...

Não se desesperem...
Olhem para as palavras do Sr. Reitor.
Aquilo vai ser mais um museu com meia dúzia de gatos-pingados a trabalhar, para ninguém o ir visitar tal como acontece com diversos museus da nossa cidade.
Com estas palavras não culpo só ao Sr. Reitor, nós sabemos que à mais gente por trás.
Onde iremos parar… minha gente!

Jocas disse...

Infelizmente só nos ficamos pelas palavras no blog do zedemello.
Infelizmente, e como sempre desculpem a expressão, a população não tem "tomates" para fazer seja o que for.
Falar é fáci, agora passar das palavras á luta real é outra história. Infelizmente isto não é só em Elvas, passa-se em todo o nosso país, por isso estamos como estamos.

Eu disse...

Para o JOCAS um aplauso.
Alguem dis ,alguma coisa que merece atenção.
É verdade, nós temos o que somos, um povo do deixa andar, de ta-se bem.
Mas daqui a pouco, esses mesmo k não fazem nada, há espera que alguem diga, ou faça por eles são os que mais e vão lamentar.
Tarde ...muito tarde quando o passaro ,já fujiu e vou para bem alto ( a democracia e a liverdade).
Tarde muito tarde...

Search