edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 13.2.06
Etiquetas:

Durante os últimos tempo esteve online uma sondagem de opinião que pretendia saber da opinião dos co-Conselheiros e visitantes do blogue da hipotetica construção de um Centro comercial dentro da "cidade".
Como podemos observar pelos resultados a opinião divide-se quase em termos iguais, sendo que a criação deste equipamento ganha por uma percentagem de 56% contra 44%.
Se por um lado há que defender o comércio tradicional há que adaptar-se aos novos mercados e às novas filosofias consumistas. Pensa este Velho Conselheiro que a hipotética criação de um espaço comercial deste género no Centro Histórico de Elvas poderia ser vantajoso em varios aspectos:
    • A adaptação de espaços abandonados, como por exemplo, a Casa de Reclusão, que sendo um espaço bastante amplo tem uma situação geográfica previligiada dentro da malha urbana, dispondo de facilidades de estacionamento (na zona dos fossos) e de acessibilidades;
    • Seria mais um factor de atracção para esta zona do burgo, podendo ser também mais um dínamo para o Mercado da Casa das Barcas;
    • A sua implantação dentro das muralhas trairia também vantagens aos comerciantes tradicionais da Zona Histórica.

Tratava-se apenas de uma hipotese académica ficando em todo o caso a ideia para os empresários.

9 comentários:

Lupor disse...

Caro Conselheiro,
A minha opinião é a de que seria uma mais valia para o velho casco da cidade, muito embora uma medida dessas acarretasse, por ventura, a falência de mais uma meia dúzia de pequeninas lojecas.
Já quanto à localização que aponta, eu diria que é um desperdício enorme pois aquele edifício merece receber "coisa" de maior relevo e importância.
Ah, e devo acrescentar que não votei nessa sua sondagem pelo simples facto de que estas sondagens são um perfeito bluff. Dos 28 que disseram "sim", quantos são "o mesmo"? E nos "não" idem ...

Anónimo disse...

Também sou a favor de um centro comercial no CH da nossa cidade, se bem que preferia uma localização mais central que na Avenida 14 de Janeiro. Penso que só assim traria mais pessoas às lojas das ruas da Cadeia, Alcamim, Carreira, etc. Senão as pessoas entram pela Conceição, estacionam, vão ao centro comercial e saem pela mesma porta de seguida sem visitar o centro da cidade. Se bem que é melhor que nada.
Por outro lado Évora tem 4x mais população e só agora teve direito ao seu centro comercial em grande parte devido à população universitária.
Já agora amigo Zé corrija aí o "previlegiada", vem de privilégio, diz-se privilegiada.

Ze de Mello disse...

Caro Conselheiro Moscardo,

A limitação de um voto por terminal parece-me lógica, sendo isso o que se tem verificado, bloqueando as votações que se repitam na mesma ligação à internet!

Lupor disse...

Caro Conselheiro Zé de Mello,

Olhe que não. Isso como tinha só funcionava para o mesmo dia. Ou seja, um mesmo terminal só conseguia enviar o seu sinal uma vez por dia e quando o relógio no servidor mudava, voltava a ter acesso a essa faculdade.
Em resumo, se tiver uma sondagem 5 dias em aberto, uma mesma máquina poderá efectuar 5 vezes a mesma acção.

Mas não desanime, tente é para futuras acções encontrar um sistema mais fiável!

Anónimo disse...

Acho excelente a ideia da criação de um centro comercial na Casa das Barcas.
Em relação ao comércio tradicional, o que eles têm a fazer é arranjar soluções que vendam, quer a nível de qualidade, diferença e preço. Assim, podem ter a certeza que não terão quebras de vendas.
Assin: Cortesã

A.Venâncio disse...

Fiável uma sondagem or intrnet.com um total de 48 votos! Nem em sonhos!
Qual a ficha técnic?...
Quais os critérios de seleção da amostra?...
Qual a representatividade da mesma?...
Não brinquemos com coisas sérias.

Ze de Mello disse...

Quando este Velho Conselheiro fala de sondagem não fala em termos cientificos se quiser chame-lhe oscultação pública ou pesquisa de opinião!

Já agora fica também a tradução de Palácio do Regedor que em verdade significa C.M.E.

De qualquer forma caro co-conselheiro Venancio obrigado por se manifestar e seja bem-vindo a este espaço de liberdade e opinião elvense!

Anónimo disse...

Sinto que estou a ser discriminada Sr Conselheiro Ze de Mello. Ainda não me deu uma única palavra de boas vindas!
Não serei benvinda?
Assin: Cortesã

Anónimo disse...

Fica aqui a correcção da palavra benvinda. O correcto é bem-vinda.
Assin: Cortesã

Search