edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 26.5.10
Etiquetas:


O Presidente da Autarquia Campomaiorense e o vice-alcalde de Badajoz, reunidos recentemente, estabeleceram pontos de encontro para o desenvolvimento conjunto de políticas comuns que possibilitem o fortalecer de relações entre as suas localidades.

De entre os temas abordados está o arranjo da estrada da fronteira do Retiro que liga Campo Maior a Badajoz, que esperam ambos os políticos seja uma realidade em breve.

TODOS SOMOS ELVAS!!
2010 ANO DA EUROCIDADE
Share/Bookmark

5 comentários:

Elvas e o Futuro disse...

As decisões da Câmara Municipal de Elvas são tomadas com base naquilo que alimenta o protagonismo de Rondão Almeida, ignorando os interesses de Elvas e o bem-estar dos Munícipes.

Em relação à aproximação de Elvas a Badajoz, tudo tem sido feito para a evitar.

Em vez de se seguir em direcção ao Pólo Urbano do Caia, inventou-se aquela aberração que é a Urbanização e Plano de Pormenor das Sochinhas, cujo núcleo é um amontoado de casas, que em tudo se assemelha a um Bairro de Lata.

O Bairro das Sochinhas, além disso está entalado entre entre o nó da auto-estrada e a Estrada Nacional 4.
É assim que se pugna pela qualidade de vida?

Pelo que a Câmara vez de aproximar-nos de Espanha, tal como Campo Maior fez, optou por uma localização de todo absurda(porque longe da Badajoz e Elvas) e igualmente cara em termos de infra-estruturação...

portasdolivenza disse...

Caro "Elvas e o futuro",sr. comentarista,aconselho o sr. a consultar o plano de pormenor das shochinhas.

Em relação a esse plano de pormenor deve v.exa pedir a camara na pessoa do seu presidente e ao engº gil(2º responsavel)todos os detalhes.

Deve v.Exa denunciar, as barracas de lata que intencionalmente ali foram mantidas apos varias denuncias publicas do mau aspecto da principal entrada de elvas.


Deve o sr. inteirar-se da data do inicio do plano,o acordo para se instalarem 2800mts de tubo para ligar os esgotos ao colector,quem os pagou,bem como o projecto.

Deve o sr. tb consultar as alterações constantes ao dito plano, do projecto inicial ao projecto final,a forma e os timing´s que o dito plano teve pelo meio.

E tb questionar a quem publicamente foi prometido(injustamente) prejudicar durante 7 anos,em discurso acalorado no cine-teatro quando o INDEPENTE(JORNAL) deu as noticias sobre "os negocios do rondão",onde o prejudicado nada teve a ver com a noticia.MAS A NOTICIA TEVE UMA QUOTA DE VERDADE "AS VILAS AQUEDUTO" JA EXISTIAM NUM PROJECO DE NEGOCIOS E HOJE ESTÃO PRONTAS E VENDIDAS(ESTA É A PARTE POSITIVA)

Deve tb o sr.consultar porque o plano levou 8 ANOS a ser aprovado? e quem BENEFICIOU? e quem foi PREJUDICADO?

Deve tb V. Exa perguntar ao IGAL porque é que este plano,depois de tanto tempo na gaveta de uns e na de outros,foi aprovado em assembleia geral extraordinaria num sabado e foi aprovado na semana seguinte em reunião de cama ra? e se é usual tal procedimento?

Deve tb o SR perguntar á camara de elvas e ao IGAL quem foi a primeira pessoa a iniciar obras apos a aprovação do dito plano de pormenor,e quantos lotes e m2 de construção tinha no projecto inicial,e quantos tem no final do plano,e se essa mesma pessoa na alteração do projecto se beneficiou do cargo de presidente da camara para manusear o dito plano em seu favor?O IGAL em inspeção feita,da o nome dos prejudicados(tb o linhas de elvas)

Alguem sugeriu, ainda o plano estava em curso,que por haver demasiados lotes que entretanto foram aprovados em elvas, que a dita zona,fosse transformada em zona empresarial,e que elvas ia beneficiar do mesmo, pois
agregando esta area ao extinto parque empresarial de elvas,ia projectar elvas no caderno dos parques empresariais do nosso pais(hoje estava feito).

Mais foi explicado dos beneficios das alterações ao nó este,alterando acessos de forma a que os utentes da auto-estrada se sentissem (forçados)atraidos a entrar em elvas.

Quem me contou este episodio ,mostrou todos os documentos,E OUTRAS ENVOLVENCIAS LATERAIS,comento sem medo de represalias, e é pena que em elvas exitam planos mais inclinados para uns do que para outros,TUDO TEM DATAS E NOMES,e a justiça será reposta(devia o ministerio publico e policia judiciaria averiguar e levar a justiça este caso).

cantosdacarreira disse...

Mais vale SOZINHOS que mal acompanhados é a politica de rondão,a sugestão da aproximação de campo maior a elvas que alguem fez atenpadamente para a solução conjunta do caia-fronteira,saiu furada,passou a ser uma solução Badajoz/Campo maior,identica a que foi noutro projecto transfronteiriço combinado entre Badajoz/Portalegre.
Á pouco tempo atraz dizia-se com rondão é sempre a bombar.
Agora com Rondão é so levar na boca,todos lhe viram as costas,porque será?

Manuel Sobreiro disse...

Blogger Zé de Mello:
Um porquito afecto à governação municipal, outro animal como eu, apropriou-se da sua identidade no blog "cidad'elvas".

Manuel Sobreiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Search