edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 20.4.10
Etiquetas: ,

Entraram já em vigor dentro do Centro Histórico do burgo as novas regras de RSU (Resíduos Sólidos Urbanos). Desde segunda-feira os moradores e comerciantes devem utilizar os novos contentores subterrâneos, deixando de colocar os seus resíduos à porta das suas casas e estabelecimentos comerciais e de restauração.


Como já disse este Velho Conselheiro esta é uma medida que aplaude, mas que peca por não ser completa, isto é, quanto aos resíduos recicláveis este terão que ser colocados nos contentores tradicionais, ao nível do solo. A não infraestruturação destes novos pontos como ilhas ecológicas, como acontece em outros pontos do Alentejo, e apenas para RSU, vai levar a que a reciclagem, dentro das muralhas de Elvas, seja um processo mais difícil para os cidadãos, especialmente tomando em consideração a elevada idade médias dos moradores do burgo. E os comerciantes terão que recorrer grandes distências carregados de cartões até ao ponto de reciclagem mais próximo.

Fica ainda o alerta aos condutores para os bolardos que definem o espaço o espaço dos novos contentores. O cuidado ao estacionar junto a eles terá que ser redobrado pois desde o ponto do condutor estes são invisíveis. Desde este espaço solicita este Velho Conselheiro ao Palácio do Regedor que procure outra solução para estas "bolas amigas dos batechapas".

Com estes novos contentores subterrâneos a imagem que anexamos a este édito deixará de existir, pela melhora da saúde pública e para uma melhor imagem do Centro Histórico de Elvas.

(imagem do blogue Câmara dos Comuns)

TODOS SOMOS ELVAS!!
2010 ANO DA EUROCIDADE

Share/Bookmark

4 comentários:

Elvas e o Futuro disse...

Curioso o comunicado Municipal dirigido aos quase exterminados habitantes do Centro Histórico.

Digo exterminados e não extintos porque existe a vontade determinada de acabar com eles.

Curioso pois não se percebe se aconselha ou obriga a utilizar sacos de plástico com cordão para fechar.

De qualquer maneira não me parece que os habitantes do Centro levem a sério quer o comunicado quer as novas regas impostas.

Os habitantes do Centro são indiferentes aos cientistas "Elvas-Unesco-Turistas-em-Calções" e só gostavam de poder viver tranquilos e que a Câmara os deixasse em paz.
O que infelizmente há 16 anos não acontece!

Elvas e o Futuro disse...

Quanto aos "bolardos" que dificultam o estacionamento, isso é "peccata minuta", pois a intenção é proibi-lo totalmente no Centro como a prática sem sentido de há 16 tem demonstrado.

Justiceiro Implacável disse...

Mas querem que os carros estacionem em cima das caixas dos contentores subterrâneos, para que depois as pessoas não consigam chegar ao contentoa para meter lá o lixo?

E com carros lá estacionados, como é que os camiões recolhiam o lixo dos contentores?

Ah, pois, já percebi: como antigamente, com montes de sacos malcheirosos no meio da rua é que era bom. Que saudades os más línguas sentem do seu cheirinho a lixo... igual ao que lhes sai da cabeça e que os leva a escrever as mesmas paovoeiras todos os dias.

Justiceiro Implacável disse...

Os NOVOS contentores subterrâneos são um autêntico desastre.

Além de não permitirem a separação dos resíduos por categorias, plástico e metal, papel etc, problema já anteriormente referido pelo Zé de Mello, há outros problemas muito piores:

1 - Deficiente construção que leva a que uma boa parte dos contentores não possa ser utilizada por permitir a infiltração de águas pluviais;

2 - Dimensão insuficiente das tampas móveis, o que leva a que os utilizadores de sacos de lixo grandes, como por exemplo o infantário dos Terceiros ou os restaurantes não os possam utilizar, continuando a deixar, agora vários dias os sacos ao lado dos contentores, à mercê de cães e gatos que espalham o lixo no chão.

A Câmara deveria ter aprendido com a experiência anterior dos outros e não o fez, saiu asneira.

Esburacou-se o Centro, introduziram-se MAIS elementos estranhos à arquitectura tradicional e o problema "com montes de sacos malcheirosos no meio da rua é que era bom" MANTÉM-SE...

Search