edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 19.3.10
Etiquetas:


O Palácio do Regedor estará presente promovendo Elvas na MultiCáceres Turística - Feria dos Cascos Antiguos, nesta que é a sua primeira edição.


Esta feira que pretende ser referência internacional na promoção turística dos Centros Históricos tem inicio hoje e prolonga-se até domingo, tendo além de stands de várias localidades outros eventos agendados como workshops e seminários e o concerto de David Bisbal.

Saúda-se a iniciativa e a presença de Elvas!

TODOS SOMOS ELVAS!!
2010 ANO DA EUROCIDADE

Share/Bookmark

4 comentários:

Justiceiro Implacável disse...

Como Elvense é com grande enorme dor que vejo o Centro Histórico de Cáceres totalmente preservado, enquanto o nosso foi gravemente ferido por Rondão Almeida.

1 - Aqueduto escondido do lado norte com árvores e candeeiros. Deveria a iluminação ter sido feita com holofotes ao nível do solo;

2 - Fonte da Misericórdia ou Cavalinho com relva e árvores que a escondem.

3 - Largo da Misericórdia com a Jardinzinho e estárua do anão;

4 - Rua da Cadeia com as cascatas de abeberamento columbófilo;

5 - Praça da República com "cogulo" do estacionamento subterrãneo;

6 - Fachada da Câmara gravemente ferida de mau gosto com a cobertura das cantarias originais.

Seria porventura permitido em Cáceres alterar as paredes de pedra do seu Centro Histórico?

Seria porventura permitido em Cáceres esconder com árvores monumentos do seu Centro Histórico?

Têm poder para fazer tudo o que quiserem no Centro Histórico. Não têm poder é para fazer de todos os outros tontos!

Fernando disse...

É mais do que evidente que aquilo que acaba se ser apontado pelo Justiceiro Implacavel (cuja diferença de linguagem para o outro é atroz e fere os olhos...)é algo concreto que muito deveria apoquentar os respectivos autores. Naturalmente que o Centro historico de Cáceres é relevante quer pela arquitectura quer pela historia que encerra mas isso nao quer dizer, de forma alguma, que qualquer outro centro - caso de Elvas - com menos expressao seja remetido para segundo lugar. Pelo contrário, é o nosso património e se dele nao cuidarmos perderemos todas as nossas referências que sempre, com maior ou menor enfase, nos uniram como Povo. Estando este Portugal já tao desfeito por favor cuidem daquilo que vai perdurar para além de nós.

Justiceiro Implacável disse...

Toda a gente sabe que o primeiro comentário é do FALSO Justiceiro que me copiou o nome. Mas de malcheirosos estão as pocilgas cheias!

Por isso digo:

1 - o projecto da envolvente ao aqueduto foi do teu sócio Correia Dias do CDS, e a Câmara nem queria lá as árvores mas teve que as gramar para o arquitecto não ficar de burro.

2 - O largo da Misericórdia com carros estacionado em cima da fonte do cavalinho, como era no tempo do teu PSD e do CDS na Câmara é que estava bonita para ti!

3 - Largo da Misericórdia, como no tempo do PSD, com parque de estacionamento no sítio do espaço arborizado e de lazer que está agora, é que era um centro histórico de qualidade para ignorantes como tu.

4 - Rua da Cadeia com mais montes de carros a deitar ólio e a cheirar mal, no teu tempo de Câmara, como nas cidades do terceiro mundo, é que era uma maravilha!

5 - Praça da república sem estacionamento subterrâneo, e de preferência como nos anos 40, com carros estacionados em cima do tabuleiro em 3 ou 4 filas, é que era do melhor que se pode imaginar!

6 - Edifício da Câmara a cair de degradação, como o teu PSD e CDS o deixaram, é que era de louvar. A Câmara de Rondão Almeida fez toda a grande obra de remodelação sem um tostão de apoio do Governo Barroso ou Santana Flopes, porque o dinheiro ia todo para a Câmara PSD de Portalegre.

Ah, pois, isto em Cáceres...

Será isto que acontece em Cáceres e a gente não sabe?

Portinholas, não tens poder nenhum para fazer nada disto no Centro Histórico e contra a tua vontade Elvas moderniza-se e o património recupera-se. Vai tratar a tua dor de corno!

Justiceiro Implacável disse...

1 - É com verdadeira satisfação que vejo o meu homónimo e um dos heterónimos oficiais da Câmara Municipal de Elvas das 15:50, o verdadeiro Justiceiro Implacável reconhecer que as árvores sobram na envolvente do Aqueduto. A culpa tinha que ser do arquitecto, claro!;

2 - Os candeeiros com poste também sobram no Aqueduto. Afinal a iluminação aqui tantas vezes reclamada, com holofotes ao nível do solo foi a solução encontrada para iluminar as muralhas. Urge que alguém do Partido Socialista explique a Rondão Almeida que a iluminação do Aqueduto tem que ser corrigida;

3 - Do que se reclama não é a modernização da Câmara, mas a pirosada que foi feita às paredes - cobri-las com granito cinzento. a outra pezunhada foi a substituição da calçada portuguesa do pátio da Câmara Municipal. Não há arquitectos tão maus, a ordem partiu da Câmara;

4 - A Fonte do "Cavalinho" fica na Praça 25 de Abril e não no Largo da Misericórdia, percebe-se o Justiceiro chegou a Elvas depois do mestrado nos EUA;

5 - O fundamento do anterior comentário nem sequer é se Elvas ficou melhor ou pior ou "antes pelo contrário".
TÃO SOMENTE QUE AS PIROSADAS INTRODUZIRAM ELEMENTOS ESTRANHOS AO CENTRO HISTÓRICO. COISA QUE NUNCA SERIA PERMITIDO EM CÁCERES OU OUTRA CIDADE COM UM MÍNIMO DA AMBIÇÕES, JÁ NÃO FALO DE UNESCO!

Search