edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 11.2.10
Etiquetas: ,


Ontem realizou-se mais um conclave no Palácio do Regedor à porta fechada. Esta prática parece a este Velho Conselheiro curiosa. Apenas se autoriza público em algumas sessões! Mas vamos mais longe, analisando as ordens de trabalho destes conclaves, ficamos com a ideia que nunca temas importantes são agendados para as sess
ões públicas. Estes s
ão exclusivos das reuni
ões à porta fechada, sem público e sem comunicaç
ão social. Apenas registamos esta curiosidade!

Mas vamos ao conclave de ontem. Segundo a ordem de trabalhos disponibilizada pelo Palácio Digital, iria ser aprovado, para depois seguir para a Assembleia Municipal, o aumento do preço da água a ser cobrado pela Aquelvas! Equal foi o destaque da Rádio Elvas sobre o conclave, em dia do seu 9º aniversário?

Enfim, vamos aguardar pela votação das tarifas no orgão político superior do Concelho para depois analisar em profundidade o tema da água e da sua privatização, ficando por agora estas notas de falta de transparência na vida pública e política no nosso Concelho de Elvas.

TODOS SOMOS ELVAS!!
2010 ANO DA EUROCIDADE

9 comentários:

Comunista Atento disse...

Na minha perspectiva popular, progressista e socializada os serviços essenciais como água, luz e gás deveriam ser universais, públicos e também gratuitos(menos até determinado "plafond"), coisa que o meu Camarada Hugo Chávez a prazo vai implementar.

Mas sendo (infelizmente) privatizados, deverá o contrato de concessão ser tornado público, por forma a que, a acontecer o que se diz, que a água vai AUMENTAR em ano de inflação NEGATIVA, se possa saber em que termos foi fixado o preço da água.

Assim das duas uma:

- Ou à Aquaelvas é permitido unilateralmente aumentar os preços sem dar dar satisfação nem à autarquia, nem aos Munícipes;

- Ou o contrato de concessão é omisso quanto a esta matéria.

QUALQUER DOS DOIS CASOS CONFIGURA UMA SITUAÇÃO GRAVÍSSIMA.


Uma terceira possibilidade ainda me assusta mais - que o Executivo Municipal, com ratificação da Assembleia possa marcar preços muito acima da inflação, por forma a aumentar artificialmente a margem de exploração de uma empresa concessionária.

Esta 3.ª possibilidade sacrificará os Munícipes pobres para enriquecer uma empresa privada, presenteando-a com lucros muito superiores à perspectiva empresarial inicial da concessão.

Toca a Todos disse...

Estas maroscas, abilidades e coisa e tal são coisa do Mocinha que é um pau mandado dos trabalhadores da Câmara.
Já ouvi dezer que o gajo não pinta lá nada e que os trabalhadores o mandam á prima todos os dias.
O gajo gosta de ser armar em professor da malta mas aquilo é muito mal visto pelos trabalhadores porque é só para se exebir e chamar ignorantes aos que ganham menos do que ele.

A Verdade contra o Mundo disse...

Estimado Comunista Atento
Independentemente de o emblema que vc nos apresenta ferir a vista tao demodé ele está nos dias que correm, nao posso deixar passar em claro a afirmaçao que faz sobre as profundas preocupaçoes sociais do seu Camarada Hugo Chávez. Em face disso e porque acredito que vc está falando a sério, devo conclir que é vc uma pessoa desatenta e com uma visao socio-politico-economica distorcida e nada de acordo com os dias que correm. Curiosamente, na America Latina correm e com caracter UNIVERSAL, dois exemplos: O Chile e a Venezuela sendo que o primeiro ilustra tudo o que deve ser feito e o segundo tudo o que nao deve ser feito.
Quanto à água: estou de acordo que sendo um bem de primeirissima necessidade jamais deveria ser privatizada. Caso o fosse, por uma questao de melhor gerencia (as instancias oficiais nao sao vocacionadas para isso), deveria o Estado, a Autarquia ou fosse quem diabo da Adminstraçao Publica fosse, limitar usos e abusos da entidade concessionada.

Comunista Atento disse...

Como ousa V.ª Ex.ª Sr."Verdade Contra o Mundo" afirmar que o meu emblema está "demodé", quando o seu emblema é um "Soldado Romano"?

André Miguel disse...

Tudo o que é privado só tem em vista uma coisa: a maximização do lucro.
Portanto acabou-se o tempo da água barata em Elvas.
Apesar das lições que a presente crise nos tem ensinado, como por exemplo que a privatização da coisa pública, tão promovida pelo neoliberalismo, acarreta elevados custos a longo prazo (os crescentes custos das parcerias público-privadas aí estão para o demonstrar), na CME ainda nada se aprendeu.

portasdolivenza disse...

CONCLAVE NO PALACIO-bom titulo zedemelo,ultimamente este executivo camarário tem errado demasiado,denota cansaço e falta de ideias,continua e vai deixar o mandato sem indicar uma estratégia global para o concelho de elvas.
-do que vivem os elvenses?
-que medidas se estão a tomar a esta hora que possam indicar aos elvenses um rumo e que vão influenciar o seu futuro?

omaiscomumdosmortais. disse...

Preferia ficar na santa ignorancia se isso me trouxesse um pouco mais de felicidade. Mas perante o que se está a passar no meu país e mesmo á frente dos nossos olhos é impossivel ficar na ignorancia. No meu blog podem ver quem foi a personalidade escolhida pelo PS para o combate á corrupção nos debates parlamentares.

portasdolivenza disse...

Será que da ultima reunião de camara á porta fechada,saiu algo referente á obrigatoriedade do cumprimento da perequação a que se obrigou o plano de pormenor das chochinhas,pois há quem tenha gasto dinheiro em projectos de todo o plano de pormenor e 2800mt de canalizações até ao colector,e logicamente se há quem tenha aprovado num dos lotes 1000m2 de construção,e esse lote tem 3 fogos ,devia a camara obrigar o dono do lote a ressarcir segundo a formula de perequação os que investiram dinheiro nos projectos e canalizações a quota parte a que é obrigado o dono dos 3 fogos que já estão construidos prontos e habitados.

cantosdacarreira disse...

esrevem e ás vezes bem,mas continuam a ter medo de represálias do regedor,ainda não viram que está de saida já não faz bem nem mal,é como o melhoral.

Search