edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 4.2.10
Etiquetas:


A Ministra da Cultura Gabriela Canavilhas, apresentou em Dezembro passado as linhas mestras do seu ministério, nas quais estavam incluidos um conjunto de projetos de recuperação patrimonial, designadamente as muralhas de Almeida, o Mosteiro de Lorvão, as sés de Évora, Elvas, Portalegre e Beja, no âmbito da "Rota das Catedrais", já aqui abordado anteriormente.


Por outro lado o Palácio do Regedor tem promovido ultimamente uma série de protocolos com as paróquias e confrarias da Cidade, para a realização de obras de recuperação de carpintaria e pintura de vários templos: Igreja de São Pedro, Terceiros e Domínicas, Capela da Conceição e o Santuário da Piedade.

TODOS SOMOS ELVAS!!
2010 ANO DA EUROCIDADE

9 comentários:

portasdolivenza disse...

Positiva a atitude da camara e do ministerio da cultura que não fazem mais do que é a sua obrigação,manter o patrimonio historico.Mas este investimento se não for consertado com uma estratégia de promoção do turismo,só vale mesmo pela manutenção deste património,queremos mais para elvas, em termos do potencial monumental e histórico faz falta uma dinamica forte na promoção do turismo em elvas.

Elvense Atarantado disse...

Turismo em Elvas???

Depois de terem feito o que fizeram às paredes da Câmara?

Depois do que fizeram ao Aqueduto, escondendo-o com árvores?

Depois da estátua de D. Manuel Anão?

Não confundamos "promoção do turismo" com "promoção pessoal".

E à Igreja recomendaria muito cuidado. Se os deixarem entrar nas igrejas, estes tipos são capazes de transformar a talha dourada em "pop-art".

A Igreja que se lembre da falhada "Betonização" do nosso Parque da Piedade!

Isabel I disse...

Então e como está a questão do Património Mundial?

André Miguel disse...

Todo o investimento no Património é salutar, assim se tenha aprendido algo com os erros do passado por forma a evitar outras intervenções desastrosas.
Mas mesmo assim, se não houver articulação com uma correcta promoção da cidade de nada vale este investimento.

Justiceiro Implacável disse...

A Câmara não tem obrigação nenhuma de se substituir aos padres e ás confrarias naquilo que são as obrigações delas.

Vejam a Confraria da Piedade que só tem gente do PSD e do CDS (Damião Cabeçana, Zé Lopes, Aldrabinha, Fidélia, e outras piores) que levam o dia a dizer mal da Câmara e ainda têm direito a que o Presidente lhe mande pintar a igreja toda!

Não tinha obrigação nenhuma de o fazer, mas essa é a diferença entre o tipo de pessoas: enqanto esses se entreteem a dizer mal do Presidente da Câmara, ele dá-lhe os toques de luva branca, está-se lixando para eles e apresenta trabalho.

Faz bem sr. Rondão, o Senhor Jesus da Piedade não tem culpa de ter gente na Confraria que bate com a mão no peito no domingo e depois vão para os cafés dizer mal de quem pratica o bem.

cantosdacarreira disse...

esta é para o justiceiro indomavel,a menina,então a menina? disse-me um amigo que um politico lá na terra dele,tinha uma menina e que tambem ia á missa, principalmente nas cerimonias oficiais,então não é que o politico tambem era um farsante gostava de meninas e ia á missa.??????

democracia século 21 disse...

Meninas há muitas até as freiras são meninas e vão á missa.

cantosdacarreira disse...

democracia sec 21.,está inocente,só pode.A menina,já cá não está,voou,chegou atrazado.

Tozé disse...

Em relação aos protocolos entre as paróquias, confrarias e irmandades da cidade e a Camara Municipal foi o seguinte:
Pintura interior e exterior com alguns arranjos de carpintaria.
O ue está acontecer é que a igreja do Sr. da Piedade ficou coom os bicos das torres por pintar, a igreja de São Pedro ficou metade da torre por pintar e a parede lateral ficou pintada ás tiras, a igreja de São Domingos ficou por pintar a torre e a parede lateral que dá para o quartel e não lavaram as pedras da fachada, quando chover todo o trabalho que fizeram vai por agua a baixo, vamos ver agora a igreja dos Terceiros que tem uma cupula lindissima e que hà muito que não leva uma pinga de tinta, pelo menos que eu me lembre, se não fica por pintar também.
Quanto ao interior estamos também a aguardar.
Em relação a este assunto não foi a igreja que pediu nada, foi a Camara que propôs a estas entidades a realização destes trabalhos.

Search