edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 21.5.09
Etiquetas:


Montagem fotográfica da transformação prevista para o Largo da Misericórdia em Elvas, com a implantação sobre o lago (a transformar em quadrado) da estátua/monumento a D. Manuel I, pai de Elvas Moderna.

2 comentários:

E o burro? Sou eu? disse...

Foi anunciado com pompa e circunstância que iria ser apresentada a candidatura de das Fortificações de Elvas a Património da UNESCO.

Por que razão só as fortificações são candidatas???

Porque as intervenções de Rondão Almeida no Centro Histórico (conhecidas como arquitectura pimba da era Rondão)assim o determinaram.

Se ainda quer devolver à Cidade um pouco de vetustez e tradicionalismo, por que razão simplesmente não faz a demolição de tudo e devolve o estacionamento que aí havia aos desgraçados que vivem ou têm o azar de ter que ir ao Centro?

Para mim, como burro, é muito complicado perceber, além da montagem fotográfica têm que me fazer um boneco!

Xavier de Sousa disse...

Coitado do D. MAnuel sem fazer mal a niguém anda por aqui à baila!!!

Concordo com a revitalização do espaço, o importante será corrigir o erro inicial pois aquilo que lá se apresenta não tem explicação! Talvez dos piores espaços urbanísticos da nossa cidade!
Para uma Elvas Moderna iniciada com D. Manuel temos de olhar um pouco para aquelas que são verdadeiros exemplos de "urbe"!

Cumps

Search