edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 14.4.09
Etiquetas:






"Para que a Cidade de Elvas esteja de plena saúde, falta apenas que as nossas crianças nasçam no nosso hospital

Rondão Almeida na Sessão de Boas-Vindas à Ministra da Saúde, no dia de ontem

2 comentários:

democracia século 21 disse...

Palavras de circunstâcia.
De facto a Rondão Almeida é-lhe indiferente que em Elvas haja ou não maternidade e até disse que se demitiria se a maternidade fechasse.

Mas tem aquela habilidade política de falar para o seu eleitorado, no encontro temático da agricultura terá dito que se o ministro da agricultura fosse seu vereador, há muito que o teria demitido!

Justiceiro Implacável disse...

Tiago "21" essa lenga-lenga de alguém se demitir se a maternidade fechasse já é um argumento teu que cheira mal! Não sabes escrever mais nada!
Achas que algum Presidente da Câmara te ia fazer essa vontade? Nunca ouviste falar de expressões para pressionar? Não? Ignorante e manhoso a atirar para o parvo!

Fico muito satisfeito por considerares os agricultores como o eleitorado de Rondão Almeida, é que no tal Encontro Temático também vi nas fotografias o teu pai, os Caldeira Fernandes, os gonçalves, os Mendes, os Caldeiras, os Cruz...
Sendo assim, e se tu mesmo reconheces, só significa que nas próximas autárquicas tu, o Cabaceira Raivoso e o Vieira Stalinista vão levar a maior derrota de sempre!
Paz á vossa alma.

Search