edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 6.2.09


Já começaram no coração do Centro Histórico do burgo as obras de remodelação e modernização do Jardim das Laranjeiras.

Este espaço único na malha das fortificações, que permitiu ao longo da última metade do sec. XX o usufruto do espaço dos fossos seiscentistas encontra-se num processo que o voltará a abrir às populações com "a cara lavada".

Num processo liderado pelo Palácio do Regedor, aproveitando programas estatais, o tradicional Jardim em breve estará à disposição dos Elvenses e forasteiros para de novo se constituir como parte integrante da Cidade e reforço da nova cara de Elvas face ao século XXI. Este será também uma mais valia no processo de alcançar o objectivo da classificação das muralhas de Elvas e suas obras militares como Património da Humanidade, dado ser essencial que o sitio a classificar seja de fruição pública.

8 comentários:

Badji disse...

Certamente será uma mais valia ainda para mais numa das entradas do centro histórico. já merecia estas obras hà algum tempo.

Cpts.

Emílio disse...

Já era hora de recuperar o belo Jardim das Laranjeiras, por acaso andei ontem por lá a fotografar essa zona, infelizmente votada ao abandono faz bastante tempo.
Não gostei mesmo nada foi do que fizeram no Parque Estacionamento frente ao BANIF, sepultaram as árvores colocando-lhe cimento em volta do tronco, será que na Câmara de Elvas não existe fiscalização para disparates deste tipo, passem por lá e vejam o lindo serviço. Foi executado recentemente.
Se a moda pega coitadas das árvores da cidade de Elvas…

issope disse...

O Jardim das Laranjeiras esteve ao abandono nos últimos 40 anos.

Pelo menos a Câmara actual teve a coragem de deitar mãos à obra e gastar aí dinheiro!

Há governantes com coragem na nossa cidade para a melhorar cada vez mais e isso é muito louvável.

Mas que haverá gente incompetente em todos os serviços e empresas, gente que quer trabalhar e gente que leva o tempo na malandrice, gente responsável e irresponsável, gente inteligente e gente que nada sabe nem consegue aprender, gente que tem olhos na cara e gente cega porque não quer ver, gente que cumpre o seu dever e gente que em vez de trabalhar leva o tempo de serviço a conspirara contra o patrão, gente que se dedica ao seu emprego e gente que se dedica ao cafezinho... lá isso há.
Até nos blogs encontramos isto tudo!

democracia século 21 disse...

Ninguém em seu perfeito juízo acredita que uma vez passado o efeito "novidade", o Jardim das Laranjeiras tenha um visitante que seja!

De facto Rondão Almeida, bem como toda a sua equipa fazem parte daquela "pseudo-intelectualidde" que não vivendo no Centro decidem sobre o Centro.

O ódio de Rondão Almeida por quem vive e/ou trabalha no Centro foi demonstrada mais uma vez com a proibição de estacionamento junto à rampa pedonal que vem da Fonte Nova/Hospital/Portas de Olivença, dificultando o acesso ao Centro, com grave prejuízo de moradores e comerciantes.

Mas Rondão e a sua equipa têm lugares de estacionamento marcados e à borla!

Quanto a Jardins sou obrigado a dar a razão ao meu amigo Jacinto César, que afirma que o Jardim Municipal não tem sequer horário de funcionamento, impedindo os potenciais utilizadores de o frequentar. Tanto pode fechar às 18:30 como às 22:30, é a total bandalheira!

Mas o Jardim Municipal fica junto a populosos bairros. Quem se espera que frequente o Jardim das Laranjeiras?

Gastem o dinheiro como entenderem, mas não sejam hipócritas...

Joana disse...

O anónimo "democracia século 21" só pode ser um dos responsáveis pelo estado de abandono a que elvas chegou há 15 anos atrás.

Mas também é do tipo de pessoas que se as coisasestão ao abandono critica, e se são recuperadas critica argumentando que não vale a pena.

Foi com essa conversa do não vale a pena porque não serve para nada, que deixaram Elvas no esdao de destruição e de terceiro-mundismo até que veio Rondão Almeida acabar com isso!

Haja orgulho na cidade de Elvas e abaixo essas mentalidades destrutivas e carregadas de ódio por quem trabalha!

Haja também paciência para vos aturar...

Maria disse...

Claro amiga Joana, o tipo "século 21" é um doente da política e por isso todos os comentários que deixa neste blog são carregados de negativismo e de ódio pessoal.

Assina como "democracia" mas revela-se um completo anti-democrata quando desrespeita as entidades oficiais. O senhor não será tão ignorante que não saiba que um Presidente da Câmara ou um vereador são entidades oficiais, que têm determinados direitos na lei.

Pior ainda é esse senhor "século 21" querer continuar a destruir as muralhas e os monumentos estacionando em cima deles. Nem quem mora nos bairros tem estacionamento á sua porta. Se quer estacionamento sempre à disposição faça uma garagem!

Pior ainda é achar que quem não vive no centro não pode decidir sobre o centro, como se cada um pudesse fazer o que quer do espaço público só porque o utiliza!

É lamentável que existam pessoas que avaliam a governação de um Concelho só pelo que se passa à sua porta ou só porque não satesfizeram os seus desejos e as suas vontades.

issope disse...

O que custa realmente a certas pessoas da oposição é verem trabalho feito pela Câmara, porque são gente que se rege pelo lema "quanto pior melhor!".

Eu vou muitas vezes ao jardim municipal e, se já houve algum descuido da parte dos guardas, a verdade é que o jardim tem um horário de abertura e de encerramento fixo e que normalmente vejo cumprido.

Mas não querer que arranjem o Jardim das Laranjeiras porque acha que não vai ter utilização é o mesmo que não querer que se arranje uma igreja só porque os padres não dão lá missa!

O "democracia século 21" é dos mesmos que deixaram chegar o jardim Municipal ao abandono e vandalismo a que chegou há una anos, porque achava que não era frequentado. A Câmara de Rondão Almeida recuperou-o e hoje o Jardim Municipal é diariamente frequentado por muitas centenas de pessoas de todas as idades, portugueses e espanhóis. Antes não era usado porque estava ao abandono!

Recuperar o Jardim das Laranjeiras não é dinheiro mal gasto. Mau foi aqueles que deixaram chegar a cidade ao abandono, em vez de recupareram tudo isto gastarem o dinheiro nas tais almoçaradas e jantaradas na Pousada! Isso sim é ser hipócritas...

Sr Inspector Elvense disse...

Acredito que tudo o que sejam medidas que visem renovar e melhorar o património Elvense são bem empregues e fundamentais na expectativa de alcançar o titulo de Património mundial da Humanidade!
Além do mais o resultado de estas obras trara beneficios ao centro historico, pois é a principal porta de entrada a cidade e mereçe uma imagem mais positiva.
Espero é que depois tanto os "anti-rondão" como os "pró-rondão" possam em conjunto com os demais Elvenses usufruir daquele espaço e preserva-lo! :D

Search