edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 28.1.09
Etiquetas: ,


Em declarações ao Jornal "Crónica de Badajoz", Rondão Almeida diz acreditar que a futura Estação Internacional do TGV e a Plataforma Logística possam "sensibilizar o meu amigo Celdrán, Alcalde de Badajoz, e toda a sua equipa, para avançar no projecto da Eurocidade."

5 comentários:

Elvascidade disse...

Será um passo para a aproximação?

democracia século 21 disse...

Eurocidade não é nada para além da criação de uma série de protocolos e tachos e rondão sabe-o.

Pelo contrário rondão procura atrasar a reclassificação dos terrenos para urbanização do Caia, que faria de Elvas uma grande cidade!
Porquê?

issope disse...

Lá por o "21" ter terrenos na zona do Caia e os querer reclassificados para ganhar milhões, Rondão almeida não tem que aturar a sua ganância!

Por acaso todos sabemos, porque já ouvimos muitas vezes, que o senhor Presidente até desejava reclassificar uma grande quantidade de terrenos entre Elvas e Badajoz e na zona do Caia, para ligar as duas cidades, só que quem manda no ordenamento em Portugal é a CCDRA, o Ministério da Agricultura e outros organismos onde o amigo "21" ainda tem a mandar muita gente do PSD e do CDS que só querem o atraso do Concelho de Elvas. Aí tens o porquê.

Basta ouvir as declações de Manuela Ferreira Leite anti-TGV e o silêncio de Paulo Portas...

Sr Inspector Elvense disse...

Os meus parabens a este blogue, conhecido e respeitado na blogosfera faz muito tempo e que tem este prestado um serviço á comunidade valioso.
Foi o primeiro blogue Elvense que tive oportunidade de conhecer e de acompanhar.
Saudo portanto o seu criador, expressando o desejo que continue por muito tempo dentro desta linha.
Cumprimentos de um seguidor.

AP disse...

Mais uma vez do lado de cá se fica à espera que Espanha faça os nossos trabalhos de casa.
Não é o TGV ou a Plataforma que podem sensibilizar o Alcalde de Badajoz, mas sim quem rege os destinos de Elvas.

Search