edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 29.12.08
Etiquetas:

O Ministerio de Fomento de Espanha apresenta a proposta definitiva de colocar a Estação Internacional do TGV no Caia.

Conforme os acordos estabelecidos entre os dois paises, e de forma a que a construção do tramo Évora / Mérida possa contar com financiamento europeu, a futura estação tem já proposta de localização, tendo sido publicado no diário oficial espanhol a proposta de situa-la bem junto à linha de fronteira em território espanhol mas com infraestruturas no Concelho de Elvas.

Também o nome da estação está aprovado pelo estado espanhol, e ao contrário do que o Zé de Mello avançou à umas semanas, na proposta apresentada a Estação Internacional deverá chamar-se Badajoz-Elvas e não Badajoz-Caia.

A proposta do Ministerio de Fomento, que se encontra em discussão pública, indica que a Estação do TGV Ibérico terá as plataformas e edificios no lado espanhol e algumas infraestruturas no lado português como seja um parque de estacionamento, ao qual se acederá por uma ponte pedonal sobre o Rio Caia.

No projecto espanhol, que deverá depois ser aprovado pelos dois paises, a estrutura terá seis vias de bitola internacional com quatro plataformas, e duas de bitola ibérica com uma plataforma.

2 comentários:

democracia século 21 disse...

Não fôra pelo Estado Espanhol e continuaríamos privados do TGV.

Em Elvas há efectivamente abetardas e sisões, mas as colónias situam-se na estrada de Torre de Bolsa a poucos quilómetros de Elvas e muito longe do trajecto do TGV,(que entra no extremo sul do concelho de Elvas, por Alandroal junto à fronteira).

A linha do TGV entra portanto muito a sul destas colónias.

Mas o Partido Socialista e Lisboa se puderem lixam-nos, como já demonstraram pelo recente Diploma Legal.

Infelizmente sabemos de de Espanha podemos esperar muito mais que as expectativas e os governos de Lisboa só nos dão desgostos.

INFELIZMENTE FOZ-COA SOFRE NA PELE COM A INTELECTUALITE LISBOETA, ROUBARAM-LHES A BARRAGEM A TROCO DE UMAS PINTURAS ESQUECIDAS!

FOZ-COA FOI ESMAGADA PELOS "INTELECTUAIS", EM ELVAS O PERIGO PERSISTE!

democracia século 21 disse...

Quem "lixou" Foz-Coa com as pinturas?

- O tal Guterres, socialista como o Sócrates...

Search