edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 26.9.08

Eu nasci no Alentejo


À beira do Guadiana


Sinto orgulho quando vejo


A paisagem Alentejana!





Uma malta da cidade


Chamou-me de provinciano


Eu tenho grande vaidade


De ter nascido alentejano!





Eu nasci no Alentejo


À beira do Guadiana


Sinto orgulho quando vejo


A paisagem Alentejana!




Ó Elvas, ó Elvas


Badajoz à vista.


Sou contrabandista


De amor e saudade


Transporto no peito


A minha cidade. A minha cidade. A minha cidade.

11 comentários:

issope disse...

Embora a arquitectura "pimba" de Rondão Almeida nos faça corar de vergonha, por exemplo as paredes forradas a granito do edifício da Câmara Municipal, VAMOS CONTINUAR A TER ORGULHO EM SER ELVENSES!

Elvascidade disse...

Tenho muito orgulho em ser elvense e vou defender a minha cidade sempre e onde for preciso. Aproveitem o auge desse mesmo orgulho que é o viver o S. Mateus, um sentimento tão nosso.
Bom fim de semana.

tiago disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
issope disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
issope disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
issope disse...

Tiago Abreu que assinas com o meu nome de "Issope", tu só tens um nome verdadeiro: "Paulinho Portinholas Lixeira". Sugiro-te que registes este porque assim evitas de usar o meu.

A Verdade contra o Mundo disse...

É evidente, mais do que evidente até, que o orgulho de ser Elvense está muito por cima deste ou daquele personagem que possa aparecer na HISTORIA DA CIDADE, nem que seja, como é o caso,para supostamente gerir os interesses da mesma. Já o referi antes, que nao me desagradam muitas das obras feitas (outras pelo contrario sao um escarro no bom gosto comno o caso do ed¡ificio da camara) mas isso nao quer dizer que se diga E COM TODA A PROPRIEDADE, que tais coisas servem apenas espiritos simples que se recusam a ver um pouco mais da ponta de seus narizes. Em suma, sempre e sempre deve existir em nós o orgulho de ser ELVENSE

A Verdade contra o Mundo disse...

perdao pelo erro da frase. Rectificando teremos .... mas isso nao quer dizer que a obra feita tenha efeitos positivos ao nível de desenvolvimento da cidade noemada e fundamentalmente, com a fixaçao de nova gente. Nestas condiçoes ... as obras servem apenas a espiritos simples (e outros nao tanto) que se recusam ....ë que nao havendo fixaçao de jovens a idade de ouro vai aumentando e nessa idade, quer se queira quer nao, os interesses civicos sao bem diferentes...

issope disse...

Eu tenho orgulho de ser elvense porque Elvas aina tem muita gente boa que sabe reconhecer quem faz o bem, quem quer o desenvolvimento e quem luta diariamente contra as mantalidades portinholeiras e os Velhos do Restelo. Infelizmente, Elvas também tem gente desta, mas esses vão ficando pelo caminho porque estão presos ao passado feudal em que não se podia tocar num paralelo ou numa palha. Os elvenses de qe eu me orgulho e que não leem as maldades que alguns por aqui escrevem, esses elvenses sabem que a sua terra progride e ouvem com muito orgulho esses comentários elogiosos dos visitantes que cá vêm de outras terras.
E já agora, sabem qual é a percentagem de idosos na Europa e sabem qual é a tendência da evolução demográfica na Europa? O comentador das 17:40 ou não sabe, ou sabe mas interessa-lhe politicamente dizer que o envelhecimento populacional é exclusivo de Elvas. Mentalidades desfazadas da realidade que vivem ignorantemente na ilusão de que sabem alguma coisa...

Nuno disse...

eSPERO QUE NÃO SE FIQUE PELAS BOAS INTENÇÕES E QUE A IDEIA DE UM MOVIMENTO CIVIL LIGADO AO PATRIMONIO ELVENSE, MAIS DO QUE NECESSARIO E FUNDAMENTAL... É UMA FORMA DE PRESERVAR A MEMORIA DE TODOS OS ELVENSES E, MESMO DE TODOS OS PORTUGUESES.
tENHO TOTAL DISPONIBILIDADE PARA PRESTAR O MEU CONTRIBUTO NESSE DOMINIO, SEMPRE QUE TAL FOR IMPORTANTE NAS ACÇÕES A LEVAR A CABO.

narizinho disse...

Linda cidade. Da-me vontade de chorar quando recordo cada cantinho que conheci e onde fui feliz. Recordo com grande saudade.

Search