edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 11.4.07
Etiquetas:


Segundo a Renascença Elvas a Associação Comercial de Portalegre vai muda de nome e vai passar a abranger todo o Distrito. De acordo com Francisco Silva, presidente da Associação, os serviços e a pequena industria já fazia parte dos estatutos da Associação Comercial de Portalegre, agora denominada, Associação Comercial, Industrial e de Serviços do distrito de Portalegre, à semelhança do que já acontece nos outros distritos do Alentejo, a Associação comercial da capital de distrito vai dar resposta às necessidades todos os comerciantes da sua área de abrangência.
Recordemos também que Portalegre tem já acordos assinados com as suas congéneres de Badajoz, no âmbito da troca de experiências e de cooperação empresarial.
Depois de em Elvas se ter evaporado a ACISE e a não concretização do NET, é pois a hora dos empresários elvenses aderirem à antiga ACP e não perderem mais este comboio.

3 comentários:

comerciante de elvas disse...

Enquanto a ACISE não for decretada a sua instinção nenhuma associação pode oficialmente dizer-se representante dos comerciantes de Elvas.
O que a associação está a fazer á revelia dos comerciantes de Elvas é uma traição ao movimento assiciativo que não tem qualificação.
No fundo da questão não está a defesa dos interesses dos comerciantes de Elvas mas de Portalegre e pouca aderencia vão ter quando as coisas são feitas nas costas dos comerciantes.

Anónimo disse...

Na sua página da internet a Rádio Elvas relata a vinda do Ministro da Agricultura a Portalegre onde apresentou o Plano Nacional de Desenvolvimento Rural.
Até aqui tudo bem mas, a Rádio Elvas, à boa maneira da comunicação social "feita" com o governo e governantes (locais e nacionais) não conta aos elvenses tudo o que hoje se passou no Centro de Congressos da capital de distrito.
Não conta, por exemplo, o episódio dos apupos e do abandono de cerca de 120 agricultores quando o ministro se preparava para intervir na dita reunião, deixando-o a falar sózinho, como forma de protesto contra as políticas do governo para o sector.
A Rádio Elvas, tal como a RDP e a RTP, mostrou uma vez mais mais um servilismo atroz ao poder político instalado, mandando cá para fora apenas o que agrada aos "donos".
Não tenham medo de informar correctamente, senhores da Rádio Elvas, porque os que estão hoje sentados na cadeira do poder foram, noutros tempos, acérrimos defensores da liberdade de imprensa.

Anónimo disse...

Antes évora ou mesmo badajoz que portalegre...dos assentos só vem mesmo é m... pra nossa cidade!!! Parabens aos Caronas e aos Nascimentos que rebentaram com a ACISE para agora virem esses beirões dos assentos impor-nos a sua associação. APRE! Vou pra Espanha

Search