edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 15.11.06
Etiquetas:

Neste momento no Palácio do Regedor uma das áreas que mais dinamismo demonstra é a área da Cultura.

Várias actividades têm tomado forma e atingem os mais diversos públicos, das quais me permito destacar:

O Museu vai à Escola – Um projecto educativo que deve servir de ensaio para a futura dinamização dos museus elvenses.

Peça do Mês – “Se Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé”. Cativar públicos e divulgar o património numa acção simples, barata e eficaz. Primeiro no Palácio do Regedor e agora nas freguesias rurais.

Elvas ao Pormenor na Torre Fernandina – Aproveitar o património para divulgar o mesmo. Uma acção louvável e que esperamos ver repetida e melhorada.

São iniciativas destas, de carácter popular, que educam a população e que nas auroras da abertura do MACE preparam os Elvenses para assumir a sua Cidade como uma terra de cultura.

Como é habito este Velho Conselheiro deixa uma sugestão, porque não a realização na Primavera de um fim-de-semana em que as várias artes (eruditas e populares), o património e espólio dos museus e a população se encontrem no entorno das muralhas (por exemplo o baluarte do Príncipe) festejando que Elvas é assumidamente uma Cidade de Cultura. Fica a ideia aberta à discussão e ao enriquecimento da mesma.

Foi enviado cópia deste édito à Vereadora da Cultura.

7 comentários:

Xanu disse...

Quanto a mim o pelouro da Cultura sempre foi dos mais activos e a vereadora Vitória Branco tem feito um excelente trabalho desde que chegou à autarquia. Sem grandes alaridos e com algumas dificuldades tem levado tanto quanto tem podido (e a têm deixado) a água ao seu moinho.Herdou uma boa iniciativa e deu-lhe continuidade (Festival de Folclore dos Povos do Mundo que já vem da gestão social-democrata) tem feito os possíveis para tornar a cultura acessível.(ao contrário do que possam pensar não é um pelouro fácil e acredito que não lhe têm facilitado muito a vida durante estes anos)
Tenho um enorme respeito pela Drª Vitória Branco que tem conseguido manter-se igual a si própria desde o primeiro dia.( de outros já não posso dizer o mesmo...)
Confesso que nas últimas eleições coloquei a hipótese (se calhar não fui só eu, acho que ser a última da lista dos elegíveis não foi por acaso) de não ser reeleita mas ainda bem (por ela) que me enganei.
Zé de Mello acredito que as suas ideias sejam bem aceites pela vereadora, o problema vai ser obter luz verde de quem está mais acima, não lhe parece?

Anti-Reaccao disse...

Infelizmente os éditos do Zé de Mello que reconhecem algum trabalho não têm comentários porque esta é a terra da maldicência. E sra. Xanu a vereadora da Cultura da CME é a Dra. Elsa Grilo e não a Dra. Vitória Branco.

Xanu disse...

Não me tinha aperdebido disso pq saí de Elvas no início deste mandato...mas aquilo que eu disse de Vitória Branco mantenho-o...ela durante o tempo que teve esse pelouro fez um excelente trabalho.Assim como mantenho que esse pelouro não é nada fácil.
Não retiro nada do que escrevi antes.

Xanu disse...

Ressalvo: apercebido

pafuncio disse...

O anti não é rosa escuro, mas rosa palido, envergonhado, não assume, mas ele sabe tudo, sabe que a vereadora da cultura já não é a dª Vitoria Branco, mas sim a menina Elsa grilo.
Se seguirem a sugestão do ZÉ de MELLO, tudo bem, se não aceitarem, então teremos criticas, pq apesar de ser o setor que melhor tem feito as coisas, são puoco imaginativos por isso, sigam as sugestões e ainda fazem melhor.
Mas atenção, a cultura não alimenta o corpo só alimenta alma
e um corpo com fome fica sem sede de cultura.
O anti deve ler os éditos e anotar, para ver se o que se sugere e concorda, vai sendo feito assim,espere até á proxima primavera e veremos, concordo com o edito e não tenho nada a sugerir.

Anti-Reaccao disse...

Então e se o pafuncio comentasse mesmo o édito e deixasse de me ofender a mim e aos que leem o blog com tanta asneira?

pafuncio disse...

Quem comenta os não comentários é o anti.
frases como:"infelizmente os éditos do zé de mello que reconhecem algum trabalho não tem comentários pq esta terra é a terra da maldecencia"
Tem todo o direito de ser anti, mas esta sua reacção ficava melhor que fosse, A FAVOR DA ROSA.
O anti ofendeu-se?
Chama maldicentes a todos os bloguistas e fica ofendido!!

Search