edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 2.10.06
Etiquetas:


Enquanto em Elvas se viveu o S. Mateus, no Caia nasceu o novo IFEBA - institución ferial de Badajoz , um dos pilares do que virá a ser o novo centro ibérico e a base do eixo Lisboa-Madrid.
Com uma área total de 51.842 m2, das quais a área expositiva ocupa 10.000 m2 num só pavilhão com uma altura de 9 metros. Tem ao dispor de visitantes e expositores uma cafetaria e dois restaurantes, um dos quais self-service. Complementam-se a infra-estrutura com um auditório com capacidade para 600 pessoas. Este edificio foi construído com o apoio do Programa Interreg III A / Sub-Programa Extremadura/Alentejo, num investimento total de 17,4 milhões de euros, comparticipados pelo Ayuntamiento de Badajoz e Palácio do Regedor de Portalegre.
Segundo o Jornal Hoy , na cerimónia de Inauguração o Presidente da Junta da Extremadura, Juan Carlos Ibarra, «Badajoz cumple con sus deberes de acercamiento a Portugal (...) nos vamos acercando a la casa del vecino y del amigo, (...) me preocupa que el alcalde de Elvas no siga el mismo camino, porque ellos se están acercando demasiado a Lisboa como si tuviérais temor a que entremos en vuestras casas. No penséis sólo en Lisboa, veníos para acá para aprovechar las sinergias».
Espanha, Extremadura e Badajoz preparam o futuro do Caia/Caya e deste lado ...

5 comentários:

rosamaria disse...

Deste lado as casas caem os empregos são uma miragem e o narcisismo é desmedido ...fazer o quê?
A estratégia politica de desevolvimento e criação de novos empregos de segurnça e estabilidade...começa e acaba nas promessas eleitorais...
Portugal vive um momento de mudança e eu pergunto para quem??
Para onde??
Deste lado plantam-se placas e semeia-se edificios lindos...retundas de encantar ...uma cidade bela mas para quem se os jovens partem em busca do emprego que a cidade não tem...acaba o hospital que tambem tem data de encerremeto das urgencias ainda este ano...tambem a policia e a cadeia tambem estão no mesmo plano de encerramento...para quê o deste lado do caia??

Doctor disse...

El presidente de la junta de Extremadura es Juan Carlos " Rodríguez" Ibarra

Anónimo disse...

Depois de ter assistido a parte da cerimónia de inauguração do Coliseu, é-me difícil entender como é que ainda alguém diz que o "regedor" se está a afastar do Pais vizinho... a cerimónia foi só um biscar de olhos aos espanhóis, ou estou errado?

Anónimo disse...

Meu caro amigo com a cerimónia que também assisti, via televisão, fiquei com a mesma percepção. Mas continuo a achar que o regedor continua a afastar-se de uma realidade que tem de necessariamente convergir na cooperação mutua. A vassalagem que feita a Espanha não é de facto o que se exige para a pressecução destes objectivos de cooperação. O que se prentende é que se criem instrumentos e figuras de ordenamento promotoras de relações transfronteiriças mais equlibradas. Por outro lado não se entende tanta vassalagem quando as referencias na imprensa extremenha ao acontecimento foram praticamente nulas. Nas versões on line nada se encontrou.

Anónimo disse...

Temos que nos render,Badajoz(Estremadura) tem uma estratégia bem defenida para se desenvolver e nada é feito ao ACASO.
Se investigarem chegarão á conclusão que o local da futura estação do TGV está prevista há mais de dez anos, bem como, o de uma nova ponte,e a plataforma logistica.
A diferença de estratégia é abismal, enquanto o regedor se preocupa com coliseus e festas (e assim vai gastando o dinheiro dos nossos impostos)Ybarra se preocupa com o desenvolvimento(feiras de grande nivel) criando postos de trabalho.Para finalizar dizer que o Ze de Mello FOI MUITO CONDESCENDENTE e não transcreveu a noticia do HOY já que ali transcrevia o ridiculo que passou o Regedor.

Search