edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 11.9.06
Etiquetas: ,


Pois é... Caso ache interessante, aqui fica esta história verídica. Talvez para avisar os mais incautos. Na quarta-feira à noite, dia 30, fui dar uma volta à Praça da República e estacionei no Parque do Regedor. Sou sincero, não reparei que o carro ficou ligeiramente fora de uma das linhas que delimitam os lugares. Quando regressei, qual não foi o meu espanto ao constatar que tinha o carro bloqueado... Dirigi-me então à recepção e lá me disseram que assim não pode ser, blá, blá, blá, como se aquilo enchesse sempre e eu estivesse a impedir o estacionamento de outra viatura. Mas prontos, compreendi que procedi mal, pedi desculpa, lá me desbloquearam a viatura e segui viagem. Só não entendi para que foi aquele excesso de zelo (só para compreenderam, tinha as rodas do lado esquerdo em cima da linha, passando apenas alguns centímetros para fora desta). Não bastava um aviso a chamar a atenção?!?!. E já agora, o bloqueio de viaturas não é única e exclusivamente da competência das forças de segurança??? Os funcionários de parques também já podem bloquear veículos??? Se a moda pega, qualquer dia o cidadão comum compra bloqueadores e começa também ele a bloquear automóveis a torto e a direito!!! Mas enfim... Já que não existem avisos no Parque do tipo "Não deixe o carro mal estacionado. Sujeito a bloqueio", aqui fica o alerta.
recebido por email

11 comentários:

Anónimo disse...

Noticias como esta, y el exceso de celo y hasta persecucion por parte da GNR, los tristemente famosos guardiñas, hacen que cada dia vayan menos españoles para Elvas.Conozco decenas de historias como esta que han pasado a gente conocida por mi, incluso yo mismo he contribuido a los bolsillos de algunos guardiñas con varios cientos de euros. Para mi, y para casi todos mis compatriotas se asemejan mucho a la policia que teniamos en la época de Franco, con un exceso de autoridad y unos modos muy poco ortodoxos. Por eso cada vez que los veo me pongo a temblar. Asi no me extraña que cualquer personajillo con uniforme, aunque sea un insignificante aparcacoches se crea con derecho a poner mano dura en su pequeña parcelita de terreno.

Xanu disse...

Encontrei várias vezes carros mal estacionados e nunca vi nenhum bloqueado.Nesse parque há que ser um ás a estacionar para que isso não aconteça.Já repararam que os lugares são muito pequenos? Deve ser para não destoarem da saída...:)

Anónimo disse...

Ja vi cerebros mais pequenos aqui a escrevem textos

Anónimo disse...

Cara Xanu, está sempre contra tudo o que é feito em Elvas porque não se candidata à presidência da Câmara Municipal de Elvas? Talvez fizesse um bom trabalho (ou não!)...

A Verdade contra o Mundo disse...

Ser um bom treinador nao quer dizer que saiba fazer "embaixadinhas" e vice versa pelo que essa da Xanu ser candidata nao procede...entendeu caro anónimo? E sobre estar contra, sabe, é uma questao de prazer mórbido que se incrementa quando o alvo é o que é. Tamos compreendidos?

rosamaria disse...

A verdade contra o mundo, nem sempre tem razão olhe que as mulhres em relação a governar fzem verdadeiros milagres basta ver como governam a casa e a familia e as vezes os maridos que são verdadeiras nodoas no que se refere a tratar de si mesmos...Ora sendo assim porque não governar uma camara ou até uma nação.
Axou que o défice governamental nao teria chegado ao estado vergonhoso a que chegou e que alguns...só alguns vão ter que obrigatoriamente pagar sem reclamar..

rosamaria disse...

Apoio as mulheres no governo em numero maior do que aqule que lhe foi concedido pela lei da paridade...uma lei maxista como sempre já que a nossa sociedade é o que é...

A Verdade contra o Mundo disse...

Queridos e estimados Amigo
Ja me parecia que me iam mal entender. Por amor de Deus tenho as mulheres em plano igual ao dos homens (nas competencias, nas responsabilidades e em muitas outras coisas) Só disse o que disse pq o anónimo, em ar de desafio, fugiu das observaçoes da Xanu e convidou-a a ser candidata. E no meu entender é descabido: DEscabida a observaçao e nao a potencialidade ou nao da Xanu. Fui claro? Obrigado

Xanu disse...

Candidatar-me eu? Deus me livre!! Deixo isso para cérebros bem maiores que o meu...(nem sempre maior é sinónimo de melhor mas...)E já agora não estou sempre contra embora pensar assim dê jeito a algumas pessoas.Nos últimos tempos qualquer coisa que se diga é interpretada por certas pessoas a seu bel-prazer. Parece que vivemos na América durante o Macartismo, mas em vez de dar caça aos comunistas a caça organizada é feita a quem ousa dizer qualquer coisa que seja parecido com "estar contra a decisão tomada por quem manda". Que triste o dia-a-dia de quem tem que viver assim.
Mas voltando ao que interessa, a verdade é que o parque tem algumas falhas e só não as vê quem não quer. Já diz o ditado que o maior cego é aquele que não quer ver. Mas no fundo estamos a afastar-nos do principal. É legal a atitude tomada pelo funcionário? Está correcta? Seria mesmo necessária? Quem olhe deu ordens para actuar dessa forma?
E quer gostem quer não os lugares são mesmo apertados e por isso não é de estranhar que alguns carros não fiquem lá muito bem arrumados. A saída tb é apertada e basta olhar para a parede para se comprovar que já alguns utilizadores tiveram que recorrer ao bate-chapas e ao pintor para voltarem a terem os carros iguais. Será o único parque assim no país? Tlv não mas dos outros...não sei nem quero saber.
P.S. (não é esse que estão a pensar)-Para quem não sabe o que é o Macartismo:

O Macartismo, um movimento conservador que estremeceu os Estados Unidos nos anos 50, foi a caça organizada aos comunistas e simpatizantes, realizada nos EUA pelo Comitê de Atividades Antiamericanas (House Committee on Un-American Activities - HUAC) após a Guerra Fria (1950), liderada por Joseph McCarthy, que desencadeou uma feroz campanha anticomunista, levando dezenas de artistas, produtores e intelectuais à falência e ao desespero. Através dela, o FBI passou a violar a correspondência e o direito de locomoção, a intolerância nas artes chegou ao extremo com a perseguição e exílio de atores, diretores e roteiristas – como Charlie Chaplin. Muitos entraram na lista negra apenas por serem suspeitos de pertencer ao Partido Comunista ou de simpatizar com os ideais socialistas.
Para quem gosta de cinema não percam o filme de Woody Allen Testa de Ferro que retrata este período tb conhecido como a Era do pânico vermelho.

pulga disse...

Fosse uma regedora a mandar fazer o parque, os espaços eram maiores as entradas mais largas e como nos placares o maximo de lugares ocupados que vi ate hoje foi 100 lugares teriam toda a razão (há boas condutoras). Gosto das mulheres a dirijir desde um simples automovel,maridos,amantes camaras tudo e se são como Fatima Felgueiras,ainda gosto mais é um fascinio que tenho por mulheres que mandam, isto é uma coisa que vem do berço,onde ouvi pela primeira vez uma vóz femenina a dizer o que podia ou não fazer.
Concluíndo mandam em nós desde o berço, casamos e passamos a ter tres a mandar e por veses brigam umas com as outras por ciumes de quem manda mais,a sogra essa manda na filha que por sua vez manda em nós enfim somos ainda que não seja perceptível uns paus mandados e ainda querem mais poder!!!!!!!!

Anónimo disse...

Penso que a discussão se descentrou do que realmente estava postado pelo regedor. Voltem à conversa e não nos percamos em cultismos que não se deve aplicar à realidade elvense.

Search