edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 19.4.06
Etiquetas:

Já todos os partidos políticos na oposição ao Governo da Nação visitaram a Maternidade Mariana Martins numa demonstração de preocupação pelos anseios de parte da população elvense ou simplesmente aproveitando a onda para utiliza-la como arma de arremesso contra o Primeiro Ministro.
Após as várias mudanças de estratégia verificadas ao longo do tempo por parte do Partido Socialista local, e obviamente do Regedor, foi pela voz do candidato à presidência da Federação Distrital do PS, Taveira Pinto, que alguém deste quadrante defende a manutenção deste serviço de saúde no concelho.
Os Movimentos Pró-Maternidade unidos vão levar a efeito uma vigília frente a este serviço na noite de dia 24 para 25 de Abril, noite que recorda as importante mudanças que tiveram lugar nessa data em 1974.
Porque nunca é tarde para lutar pela justiça, pelos valores e ideais que julgamos serem os acertados, desde este espaço, lanço o desafio aos co-conselheiros, anónimos e leitores do blogue para que passem pela Maternidade nessa noite na esperança que na aurora de uma manhã vindoura se ouça a música que há-de permitir aos elvenses nascer no seu torrão natal.
Todos somos Elvas!

10 comentários:

Pedro Gama disse...

Caro Conselheiro-Mor.
Seria, sem dúvida, uma excelente forma de relembrar esses acontecimento de há 32 anos. Mas parece que as motivações agora apresentada não fazem "mexer" uma população que, segundo me é dado ver, quase não quer saber de que, aos poucos, valências encerrem portas, neste feudo socialista.

Assim não seja, e os elevenses saibam olhar para aquilo que é seu e saibam lutar por aquilo que lhe pertence por direito.

Anónimo disse...

Nessa noite lá estarei!
Todos somos Elvas!

Anónimo disse...

Gostava de saber uma coisa. Será que este movimento e vocês próprios defendem a maternidade de Elvas mesmo que ela não tenha condições como tem acontecido até agora? Ou só queremos a maternidade se ela tiver todos os aparelhos e pessoal necessário?

Anónimo disse...

Mas a maternidade tem condições!!!!
Não percebem isso? quem quer acabar com a maternidade é que diz o contrário!

Helder Sabino (kayno) disse...

A Maternidade não tem condições?Ou precisam de ser melhoradas.Com as condições existentes da minha parte, nasceram três filhas e um neto.O RESTO É POLÍTICA, e disso não entendo. Apenas sei que se eu fosse alguêm de destaque e com responsabilidades no concelho, eu demitir-me-ia de imediato (como já ouvi isso por aí...) e então o povo que viesse para a rua dizer de sua justiça.

Anónimo disse...

Amartinidade de elvas é uma das mais bem equipadas do Pais tem material sufuciente para trabalhar e até meios Humanos( a Parteira que ali esteve durante 4 anos a assegurar o seviço até que as 3 colegas acabassem o curso de especialistas,com um salario miseravel pode dize-lo pois valeu-lhe o material e as condições) Há é ma´vontade e politica e tambem alguns lucros pelo maieo por se chama negocio com espanha( espanhã é mentira e o que for é só por dois anos)O Sr.Presidente mais alguns da admistração Hospitalar no final devem receber algum bonos nnão dirai no sapatinho mas a na continha né??
A matertidade tem condições é so uma uma bandira que o sr.presidente pisou tal como um dia um dirigente do P S tambem pisou a bamdeira PORTUGUESA.
" fechar a Maternidade não terá a ver com a casa de Elvas onde os meninos eram violados o PS tem membros acusados de vir a essa casa".Pensem um pouco...nestes dois episodios temos o Partido Socialista.

Anónimo disse...

A quem escreveu um obrigada muito grande.
Eu não sou Elvense,mas Amo esta Cidade como se aqui nascera e doi o k estão fazendo com Ela.
Tambem me procupa o meu lugar como trabalhadora,porque aqui tenho o meu lar e os meus amigos(uma familia de afctos) e queria tambem aqui nesta cidade acabar os meus dis,como envelhecer e morrer. Mas me preocupa muito mais o percurso que as mulheres vão ter a partir do momento em que se acabe sala de partos,pis acabam com a Maternidade.
Partos eu vou fazer em qualquer parte do pais, ou do mundo,mas se Elvas perder a sua Matrenidade jamais voltará a ser a mesma.
E tenho pena...muita pena.
FIca aqui não só o meu obrigada,pelo carinho, mas tambem a minha tristeza.Não é facil....
Rosamaria Abrunheiro

Elvense disse...

Aproveito a vinda desta srª enfermeira parteira que tem dado a cara pela MMM para que continue que qual Gil Fernandes é preciso manter a bandeira em riste!

Anónimo disse...

Pena que à semelhança que o Sr.Marios Soares um dia para defender a sua pele pisou a bandeira Portugueza e quase no mesmo contesto e em PS repetem-se os actos ao pisar a bandeira de elvas juntamente com o POVO ao cabar com a Maternidade.
Obrigada e lenbrem-se que nesta cidade estão os filhos que eu não pari mas que ajudei a nascer com todo a qualidade e proficionalismo
Que defendo sem medo e mesmo sobre ameassas de morte.Onde chegamos... Rosamaria

Anónimo disse...

Qualquer dia não se nasce nem se pode morrer em Elvas, fechem isto e façam da cidade uma cidade museu, ou seja, uma cidade fantasma! e nessa altura já n precisamos do Regedor, porque nessa altaura até ele será uma peça de museu.

Search