edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 10.4.06
Etiquetas:

Durante um mês perguntamos aos visitantes deste blogue:
"Como classifica o exercicio das forças politicas na oposição no Palácio do Regedor e na Assembleia Municipal?"
As respostas dadas registaram o seguinte resultado:
Resta uma pergunta a este Velho Conselheiro: De quem é a culpa?

21 comentários:

Pedro Gama disse...

a amostra é curta mas acaba por ser uma expressão de alguma insatisfação dos elvenses.
Penso que a resposta à sua pergunta é óbvia: a culpa é, não sendo só dele, mas e ele que dá a cara, do regedor daquele palácio, o Presidene Rondão Almeida.

Mas eu pergunto outra coisa: só se aperceberam agora, há pouco tempo, disto, ou é já de há algum tempo? É que, se bem me lembro, o Regedor venceu com uma larga maioria as últimas eleições. Por isso há duas hipóteses: ou só se aperceberam agora, ou então o povo vota por medo, no Sr. Rondão Almeida. Se é a segunda, então isto remete-me para uma página negra da nossa história que se chamou estado novo e salazarismo.

Espero, sinceramente, estar enganado.

Anónimo disse...

A oposição é mediocre e a culpa é do presidente da câmara? Bela ilacção!!

Não vejo nada que se tire de novo disto. Todos já sabiam que a oposição não tem qualidade nenhuma e que só 20 e tal pessoas é que visitam este blog.

Pedro Gama disse...

tem razão meu caro... sabe que mais, este rapaz aqui também se retira de tentar pensar quando não está capaz... aqui fica o meu pedido de desculpas pelo comentário, o meu repúdio público por mim mesmo, pois acabei de meter uma pata na argola bem grande... sabe o que é estar a ler com uma falta de atenção mediocre... a nossa mente acaba por ler aquilo que nos interessa...

e como até acho que me ando a meter demasiado na vida desta cidade, depois desta vergonha pública que acabo de sentir, acho que me vou, eu sim, abster de dar a opinião pois acabo de perceber que a fase do meu estado mental neste momento também é mediocre. Não tenho concordado com o sr. Presidente Rondão Almeida, mas desta vez merece o meu sincero pedido de desculpas. Uma coisa é não concordar consigo outra coisa é ofendê-lo. Li a sondagem ao contrário hoje de manh, talvez meio a dormir e não percebi sequer a pergunta, tendo lido algo como "a actuação da Câmara e Assembleia Municipal".

Muito sinceramente, mais uma vez, o meu pedido de desculpas, com nome...

Pedro Gama

Ze de Mello disse...

Caro Anonimo,

Obrigado por ser um dos vinte assíduos do blogue!

Sondagens na Hora, Lda disse...

Sondagem pro Ze de Mello:
1-O rapaz do microfone fica cá 1 mês ...
2-O rapaz do microfone fica cá 2 meses ...
3-O rapaz do microfone fica cá 3 meses ...
Faça a sondagem senhor Ze de Oliveira, digo Mello.

Xanu disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Xanu disse...

A inveja é um sentimento muito feio...a dor de cotovelo...CUSTA...
Pedro FORÇA...e não te deixes ir na conversa de quem não tem coragem de dar a cara, tens todo o direito a ter a tua opinião seja ela qual for.
Quanto ao Sr sondagens na hora...o rapaz do microfone fica o tempo que tiver que ficar...e o Sr? Quanto tempo fica? Ou já lá esteve e não ficou? Inclino-me mais para a 2ª hipótese...
Quanto ao tema deste post...a culpa é de quem votou...na maioria e na oposição.
Eu explico:
-Enquanto houver uma maioria mais que absoluta o trabalho da oposição será sempre mais que medíocre.
-Os que votaram na oposição não foram suficientes para garantir que elegiam as pessoas certas para o lugar e em número suficiente para obrigarem os "outros" a ouvi-los...
Atrevi-me a dar a minha opinião que é uma coisa que pouca gente vai tendo coragem pra fazer. Mas como graças a Deus não dependo nem de uns nem de outros...aqui fica!

Pedro Gama disse...

O rapaz do microfone vai cá ficar muito tempo se Deus quiser.

Obrigado pelo apoio Xanu.

Ah... uma coisa... eu admiti um erro, não dei nenhum passo atrás!!!

Pedro Gama

Anónimo disse...

Então agora os jornalistas têm direito a ter opinião?! Só se for na Rádio Renascença de Elvas!

Pedro Gama disse...

Olhem... se querem atacar o PEDRO GAMA, estão à vontade. Se quiserem atacar a Rádio Renascença Elvas, aí já cantam mais baixinho. Eu nunca asinei Rádio Renascença Elvas, que saiba.

E os senhores que assinam anónimo só para terem a oportunidade de poderem ofender sem se preocuparem com as repercussões das suas palavras deveriam pensar bem no que é que andam a fazer neste mundo.

E mais digo: Se acha que os jornalistas não têm direito à opinião, eu concordo consigo. Mas eu sou, para além de jornalista, um cidadão. E isso, nem ameaças de anónimos, nem de sondagens na hora, me vão coibir de fazer. Aliás a minha opinião sobre anónimos que se utilizam desse anonimato para atacarem descaradamente quem quer que seja é que deveriam olhar bem para a o contributo que dão à sociedade que, pelos vistos é muito pouco.

CAro Zé de Mello. A si, apesar de lhe não conhecermos a identidade compreendo o seu anonimato. É um anonimato que pretende ser de uma critica construtiva ao contrário de alguns, que, apesar de acharem que o seu blog não é visitado, são os primeiros a entrarem aqui pela manhã, para ver o que o Senhor escreveu.

E, repito. Não coloquem a Renascença Elvas ao barulho, que eu assumo os meus erros. Não preciso de me esconder atrás de instituições.

Pedro Gama disse...

só mais uma coisa... peço desculpa pela chatice. No dia em que me ouvirem aos microfones dar qualquer tipo de opinião, telefonem-me de imediato, porque, ai sim, têm razões para falar.

quando não estou naquele estúdio a falar, sou um simples mortal como qualquer um dos homens e mulheres desta cidade...

Anónimo disse...

O senhor Pedro Gama é de uma desonestidade intelectual gritante. O seu argumento não vale. Numa cidade pquena todos sabem que o senhor é funcionário da casa em questão. Logo ao assinar com o nome próprio está a arranjar lenha para se queimar. Deveria tomar cautelas e não assinar com o seu nome verdadeiro

Pedro Gama disse...

o problema não é da lenha... é dos incendiários... esses são os que gostam de queimar...

Xanu disse...

Se a minha modesta opinião serve para alguma coisa aqui fica:
-Pedro Gama jornalista da RR Elvas, ao serviço daquela rádio não pode ter opinião.
-Pedro Gama enquanto cidadão e não estando a exercer a sua função de jornalista tem direito como todos nós a ter a sua opinião.
Não confundamos isenção...com "sem opinião"
Mesmo tendo a nossa perspectiva dos problemas devemos permanecer isentos sempre que estejamos no exercício da profissão de jornalistas o que não significa que como pessoas não possamos ter como todos os outros a nossa opinião formada...desde que ela não interfira no nosso trabalho.


Código Deontológico dos Jornalistas Portugueses


Os jornalistas portugueses regem-se por um Código Deontológico que aprovaram em 4 de Maio de 1993, numa consulta que abrangeu todos os profissionais detentores de Carteira Profissional. O texto do projecto havia sido preliminarmente discutido e aprovado em Assembleia Geral realizada em 22 de Março de 1993.


1.O jornalista deve relatar os factos com rigor e exactidão e interpretá-los com honestidade. Os factos devem ser comprovados, ouvindo as partes com interesses atendíveis no caso. A distinção entre notícia e opinião deve ficar bem clara aos olhos do público.

2.O jornalista deve combater a censura e o sensacionalismo e considerar a acusação sem provas e o plágio como graves faltas profissionais.

3.O jornalista deve lutar contra as restrições no acesso às fontes de informação e as tentativas de limitar a liberdade de expressão e o direito de informar. É obrigação do jornalista divulgar as ofensas a estes direitos.

4.O jornalista deve utilizar meios leais para obter informações, imagens ou documentos e proibir-se de abusar da boa-fé de quem quer que seja. A identificação como jornalista é a regra e outros processos só podem justificar-se por razões de incontestável interesse público.

5.O jornalista deve assumir a responsabilidade por todos os seus trabalhos e actos profissionais, assim como promover a pronta rectificação das informações que se revelem inexactas ou falsas. O jornalista deve também recusar actos que violentem a sua consciência.

6.O jornalista deve usar como critério fundamental a identificação das fontes. O jornalista não deve revelar, mesmo em juízo, as suas fontes confidenciais de informação, nem desrespeitar os compromissos assumidos, excepto se o tentarem usar para canalizar informações falsas. As opiniões devem ser sempre atribuídas.

7.O jornalista deve salvaguardar a presunção da inocência dos arguidos até a sentença transitar em julgado. O jornalista não deve identificar, directa ou indirectamente, as vítimas de crimes sexuais e os delinquentes menores de idade, assim como deve proibir-se de humilhar as pessoas ou perturbar a sua dor.

8.O jornalista deve rejeitar o tratamento discriminatório das pessoas em função da cor, raça, credos, nacionalidade ou sexo.

9.O jornalista deve respeitar a privacidade dos cidadãos excepto quando estiver em causa o interesse público ou a conduta do indivíduo contradiga, manifestamente, valores e princípios que publicamente defende. O jornalista obriga-se, antes de recolher declarações e imagens, a atender às condições de serenidade, liberdade e responsabilidade das pessoas envolvidas.

10.O jornalista deve recusar funções, tarefas e benefícios susceptíveis de comprometer o seu estatuto de independência e a sua integridade profissional. O jornalista não deve valer-se da sua condição profissional para noticiar assuntos em que tenha interesses.

Anónimo disse...

Olhe Dom ou Dona Xanu. Não venha com a cartilha pois ela de nada vale neste caso. O senhor Pedro Gama não pode ter opinião, não senhora. Porque a partir do momento em que o nosso nome é imediatamente associado a uma profissão que requer rigor e isenção, devemo-nos preservar. Um jornalista não deve dar opinião em parte nenhuma sob pena de estar a fazer um exercício perigoso. Por acaso já viu se os jornalistas da TV, da Rádio, ou dos jornais de repente fossem dar opinião para blogs ou para outros media concorrentes. Todos aqui no blog identificam o senhor Pedro Gama como jornalista da Renascença, não porque ele o assuma, mas porque pura e simplesmente as coisas sabem-se. Já viu o que era o José Rodrigues dos Santos fazer uma escapadinha todos os dias, por exemplo, ao Abrupto, blog do Pacheco Pereira, como o Pedro Gama faz a sua escapadinha diária ao blog do Zedemello.

Anónimo disse...

E mais...uma coisa é ter opinião entre os nossos amigos, na nossa intimidade, na nossa privacidade. Outra bem diferente é ter opinião em meios públicos de divulgação e opinião, como são os casos do blog

Anónimo disse...

Todos somos iguais perante a lei.
Um advogado nao deve comentar o seu processo mas pode falar da lei em geral.
Um policia nao pode falar de um caso em concreto mas do crime em geral.
E casos de colunas de opinioes de jornalistas nao faltam e tb blogues façam o favor de procurar e irao encontrar!

Anónimo disse...

Sim, mas jornalistas a dar opinião (e encontramos alguns casos, é um facto), são profissionais com muitos anos de carreira, logo a quem lhes é reconhecida sabedoria, experiência, e know-how e esses sim estão à vontade para ser opinion makers. Quanto a jornalistas a dar opiniões em blogs alheios só mesmo em Elvas.
Pare para pensar já viu que o seu nome é demasiado falado para o que o exercício da profissão de jornalista exige. Não sei se acompanha as reuniões camarárias de Elvas. Com que cara entra o senhor naquela sala, depois de vir para aqui exercer o que chama de liberdade de expressão. Por acaso sente-se à vontade para entrevistar o presidente da Câmara, depois de ter largado cobras e lagartos neste blog, que honra lhe seja feita, marca mais a agenda em Elvas do que qualquer meio de comunicação social existente no concelho.

Pedro Gama disse...

é só para dizer que o penúltimo anónimo que aqui está, não sou eu. Poderiam pensar que agora não assino...

Pedro Gama

Anónimo disse...

Que grande peixeirada até parece que todoo discurso é feito pelo mesmo homem que dizia que de demitia de Presidente de a Maternidade fecha-se.Ou então feita a encomenda só para enchovalhar o Pedro Gama que mostro ter os Tomates de um verdadeiro Homem.
Srá que quem o critica não o ´fáz porque não tem a mesma coragem é nesse acto de cobardia tambem se remoi de inveja?Ou lhe estão indo aos bolsos de alguma forma?
Que incomodo,ter alguem no nosso caminho melhor que nós.
Parabens Pedro pois há poucos HOMENS dignos já neste pais.
Que Deus te abençoe e que sejas feliz.
O poder pertençe a DEUS e ELE Reina.Não temas...

Anónimo disse...

Acho que o senhor anónimo não percebe nada do que foi aqui debatido. Também não vale a pena explicar como são as coisas a alguém que dá erros ortográficos, não sabe escrever Português e ainda usa linguagem a atirar para o brejeiro. Acho que até elogios destes o senhor Pedro Gama dispensa!

Search