edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 21.4.06
Etiquetas:

A 30 de Junho de 2006, vai nascer uma nova Elvas, uma cidade que terá que se transformar numa centralidade ibérica, numa cidade portuguesa aberta ao Reino de Espanha. Uma capital transfronteiriça na ligação entre Lisboa e Madrid.
Uma cidade de cultura, de serviços e conhecimento ao serviço duma cultura europeia.
Chega de sentimentos de velhos do Restelo, vamos olhar em frente e perceber que a realidade do burgo elvense neste século XXI é diferente do seiscentos amuralhado, hoje é tempo de abertura ao mundo e de transformar a sociedade e mentalidade elvense para esta nova realidade de "Cidade Porta Europeia" e ante-câmara de Portugal.
Vamos exigir a nós próprios novas formas de encarar o futuro, um futuro em que saudosismo, tradição, amuralhamentos dão lugar a conhecimento e enriquecimento cultural, financeiro e social com base na posição estratégica de Elvas entre dois paises da União Europeia.
Vamos criar uma cidade transfronteiriça, uma cidade de mescla luso-espanhola, um centro de atractividade ibérica para empresas dos dois lados da raia.
Vamos orgulhar-nos de ser Elvenses, Portugueses, Ibéricos e Europeus!
Temos um mercado imenso do lado de lá da fronteira que deseja conhecer Portugal, vamos cativa-los a descobrir Elvas: "a un paso de Badajoz"; vamos icentivar os empresários nacionais a apostarem na posição elvense como lança para o território além-Caia.
Vamos criar um Centro de Estudos Ibéricos sediado em Elvas.
Vamos tornar a nova Elvas na cidade de encontro entre Portugal e Espanha. Na Elvas Ibérica.

9 comentários:

Anónimo disse...

E porque não ir mais alem e colocar à entrade de Elvas sinaleticas a endicar que se entrou em território espanhol?
E porque não vamos pedir então salarios em espanhol e importos, carros,casas e tantas outras coisas maravilhosas que se tem do outro lado?
Porque não deichar de pagar em portuguÊs eesa vida mediucre de porteguesinhos de segunda enquatos alguns vivem por conta de quem paga???
Viva Espanhã ...Viva a democracia que impõe ...viva o 25 de abril que serviu para mudar só a merda porque as moscas são as mesmas e mais algumas...
Viva o presidente da Camara que constroi monumentos em sua honra mas acaba com os Elvenses.
Viva a vida de quem vive bem,porque o dezemprego aumenta e a fome aperta.Viva...viva...
Que vergonha ser portugues...de Elvas...que vergonha ser Elvense.

outro desesperado disse...

assino por baixo

Xanu disse...

Uma chamada de atenção para quem gosta de lembrar o passado glorioso de Elvas: Amanhã domingo na RTP2 o programa de José Hermano Saraiva é sobre o passado de Elvas...

anti-espanhol disse...

O espanhol continua a escrever aqui neste blog? quando é que bazas? Viva espanha? desde quando? morte a espanha e todos os filhos da puta espanhois, lobos com pele de cordeiro...

EXTREMAyDURA disse...

pues claro anti-espanhol, QUE VIVA ESPAÑÑÑÑA, y los hijos de puta españoles, jejejeje

anti-espanhol disse...

granda anormal. ainda não és espanhol seu atrasado mental. há um espanhol que vem aqui cagar postas, mas como todos os espanhois só quer dominar os outros. não foram os espanhois os maiores carniceiros da história? quantos milhões aniquilaram na américa? Os incas e aztecas quase desapareceram da face da terra. O hitler ao pé do Pizarro e companhia era um menino de coro.
marreta ainda queres ser espanhol?
Assassínos e atrasados mentais de onde nem vem bom vento nem bom casamento.abaixo espanha

Anónimo disse...

Domingo vamos finalmente conhecer o carrasco que quer matar por axficcia a maternidade que já estava e já se prepara a sua morte no dia 2 de Maio transfor aquele espaço que o Hospital não ocupa ainda em consultas e ouros serviços,Não é verdade?
Especulação ou não não há fumo" sem fogo." porque se reuniram dia 25 de Abrl os 2 senhores que pertencem a mesa da Fundação Dr. pintão Antunes e o Sr. Trindade com elementos da Admistração Hospitalar sem a presensa do Director Dr.melo e Sousa?
Vamos saber quem tem intereces no encerramento do Hospital porque esse sim vai acabar pois esta reservado para o seu futuro hospital de cuidados continuados.E com que doentes não vindos de muitos lugares para terminar aqui "já lhe chamam o terminal da morte".Mas mesmo assim onde ficam depois os doentes da nossa terra?E eu lamento que este Povo de boa fé acrdite nas mentiras que se vão amontoando em molhdas de maldade e sem sentimentos porque neste contexto de vivencia o que importa são os números e os lucros.
Interces tambem os há mas para quem??
Desculpem eu não sou de cá mas custa-me ver esta palhaçada de goso para com este povo que foi pioneiro nas lutas deste Pais e agora se sente engando.Pobre de quem nasceu Alentejano.
Dalentejo há só o nome.Porque há tantos Deuses por ai enquanto já o Povo aqui tem fome.
Rosamaria Abrunheiro

Fuinha d'Elvas disse...

Centro de Estudos Ibéricos?

Pq não un Sentro Distudos Heuropeus? sempre se passeava + !

Estudar?

Dá mto trabalho.

O Elvético só se quer desenrascar, bulir dá mtas fezes... suar só nas festarolas e outros hapennings que o n/ Iluminado Edil órganiza !

Enfim, lamentavel/, Elvas não tem nem massa nem dimensão critica para estudar seja o que for.

Estudar o quê? Para quê? Com quê?
Ibérico é o chorizo.

Ou o jamón.

Anónimo disse...

Homessa!!! (rsrsrsrsrsr) Elvas nao tem o quê? Massa crítica? ¿e para que servem os organismos de investigaçao-ensino, como a ESA de Elvas, a Estaçao de Melhoramento de Plantas (antes conhecida pelo palácio do suor!!!! rsrsrsrsrsr..) e até mesmo a Estaçao de Olivicultura (hoje menos que um apeadeirocom uma veterinária a mandar!!!?? É isto evoluçao pou nao?? Amigo Amigo.....

Search