edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 3.3.06
Etiquetas:

«Resido na cidade de Elvas há vinte anos. Assisti a todo o fervilhar do comércio local quando espanhóis faziam as suas compras no centro da cidade, e enchiam os restaurantes e cafés. Assisti ao declínio desse mesmo comércio, quando as fronteiras se abriram,e as diferenças se esbateram. Os portugueses passaram a gastar mais do outro lado da fronteira, e os espanhóis deixaram de encher as ruas de Elvas. Hoje emm dia a situação inverteu-se, e são os portugueses que enchem as ruas e o comércio de Badajoz. Para comprar roupa, produtos alimentares, assistir a cinema dobrado em castelhano, para comerem um hambúrguer, para encherem os depósitos dos seus carros e irem a aconsultas de médicos de alguma especialidade.

Que futuro querem os portugueses, em especial os elvenses para esta cidade? Será que existe uma ideia instalada de que se Badajoz se desenvolve e estamos aqui tão perto, valerá a pena incomodarmo-nos? É tão fácil ir ali ao outro lado e comprar o que quisermos ou precisarmos.

Badajoz tem tudo. Para quê ter esses mesmos recursos em Elvas? Para quê um melhor Hospital? Aqui ao lado têm um tão grande! O de Elvas vai fechar, o primeiro passo é o encerramento da Maternidade. A população assiste passivamente e ainda agradece.

Vai encerrar o Regimento de Infantaria nº 8. Excelente. Nunca mais haverão guerras. Elvas é um ponto estratégico e uma cidade militar há séculos. A isso deve o seu património, um conjunto fortificações e a muralha que rodeia a cidade, mas que pode prescindir de tudo isso porque um museu nas instalações do quartel é mais bonito mesmo que nunca tenha visitantes.

A Policia de Segurança Pública pode também fechar as instalações. A população é pouca, para quê polícia numa cidade, sede de concelho?

A minha sugestão é que se encerre a Câmara Municipal e que Elvas passe a ser Junta de Freguesia, pertencente a Portalegre, ou melhor a Badajoz. E que se faça uma petição para que Elvasdeixe de ser cidade e passe a ser aldeia. Ou um monte.

Parece-me ser este o objectivo dos governates.

Vem aí o TGV? Quando? E para quê? Quem vai lucrar com isso serão os espanhóis, que já estão a trabalhar para isso. Aqui só se fala e se espera. Elvas vive à espera de um D. Sebastião talvez. Passivamente. Caladinha, que assim é que é bonito. E... OLÉ!»

Carta publicada na edição de ontem do Linhas de Elvas assinada por N.M.S..

13 comentários:

ptg disse...

Até o "tempo" é o de Badajoz...

Elvas tem que achar o seu lugar, o encerramento da maternidade e do R8 podem ser importantes mas Elvas tem muito mais do que isso.

Querer fazer frente a Badajoz ou a Portalegre será sempre pior do que tentar arranjar sinergias e lutar em conjunto. Elvas e o seu património, muito mais rico do que Portalegre ou Badajoz, pode lutar por ser um local com elevados padrões de qualidade ao nivél do turismo e do comércio, por exemplo.

Eu sou por uma "luta conjunta", enquanto não remarmos todos no mesmo sentido não chegamos a lado nenhum.

Um abraço de Portalegre.

Anónimo disse...

O que escreveu esta carta ou é ignorante ou quer tirar ilacções políticas disto. O zé de mello gosta é de publicar estas coisas, que apesar de dizerem mentiras, como falam contra a CME ele deve-as achar muito interessantes. Também seria contra a retirada dos militares e da maternidade mas tanta ignorância e estupidez junta num texto é demais! É por causa de termos uma população assim que o interior não evolui e assim havemos de continuar.
Acho engraçado esta coisa dos blogs mas este é um blog extremamente politizado e sendo assim perde todo o interesse. Tanta coisa que há para falar nesta cidade e neste país para além da política! mas o zé de mello, seja ele quem for, interessa-lhe é criticar a Câmara Municipal porque será de outro partido. Assim sendo só visitam e comentam este blog aqueles poucos que também compartem destas críticas sejam elas injustas, mentirosas ou ignorantes, o que eu penso serem só uma dúzia de pessoas.

Lupor disse...

Caro Conselheiro,

Esqueceu-se de colocar o título deste escrito:
"Carta aberta à população de Elvas"

Não li a sua opinião.

Xanu disse...

"O que escreveu esta carta ou é ignorante ou quer tirar ilacções políticas disto. "

Uma excelente forma de comentar esta carta aberta...claro que seria ainda melhor se além de chamar ignorante a uma pessoa por ser de opinião contrária, tivesse pelo menos a coragem para assinar.
Assim escondida/o por detrás do anonimato é tão fácil...
Isto está a ficar lindo!!

Anónimo disse...

O Rondão é pior do que a polícia. Os criticos que tenham cuidado que ele não brinca em serviço. Todos os que prticipam neste blog estão identificados e listados na CME.

Fitas Custódio disse...

Concordo inteiramente com o publicado pelo Linhas de Elvas e assinado por N.M.S.
Por norma não faço comentários a quem se esconde com a capa do anonimato, mas desta vez abro uma excepção para dizer que além de anónimo o sujeito/a não deve ser deste mundo. Ainda não compreendeu que tudo o que se está a passar em Elvas é uma afronta aos que lutaram para que essa cidade fosse portuguesa apesar de sempre ter sido ignorada pelos ministros quer do Reino quer da República.
Não quer que se fale da Maternidade, do Hospital, Do RI8, da Polícia,do Comércio !!!
Não moro em Elvas há 47 anos e no entanto lamento profundamente tudo o que se está a passar e mais ainda quando vejo os meus conterrâneos indiferentes ao futuro da cidade onde nasceram e pela qual deveriam lutar. Mas parece que há bastantes "anónimos" que não se querem esforçar em pensar,porque isso dá muito trabalho... Gostam mais de falar da vida dos outros, do que é fútil,do diz que diz, porque isso não é política... Como estão fechadas as mentes 30 anos passados sobre o 25 de Abril.

Anónimo disse...

Dona Xanu não se chama ignorante por ter opinião contrária. Não esteja outra vez com as suas teorias da conspiração. Chama-se ignorante porque ou o é ou é maldoso. Já foi suficientemente explicado porque fecha a maternidade e o facto de que os militares vão ficar em Elvas. A PSP fica em Elvas e o Hospital também, logo quem diz o contrário é, repito, ignorante ou maldoso. Ah e assino tanto este escrito como este senhor do Linhas de Elvas.

MM

Anónimo disse...

Ó Elvas, Ó Elvas

Badajoz à vista...

Ze de Mello disse...

Em primeiro lugar agradecer ao anónimo que visita assiduamente este blogue várias vezes por dia, daí poder responder aos comentários.

É esse o objectivo deste blogue: fomentar a discussão e não ser como diz o anonimo/a contra a CME, sou a favor da discussão que forma opiniões. Sou a favor da manutensão do RI8 e não de um museu que se tiver as mesmas visitas dos outros não chega para garantir o pagamento da conta da água! Sou a favor de Elvas ter dignidade! E mais digo se a culpa do encerramento destas instituições é de alguém é dos ELVENSES, todos!, incluindo Regedores, meninos, senhores e anónimos. Não vale a pena dizer que se a Maternidade encerra se demitem é preciso criar condições para que continuem a nascer elvenses e não elvenses com dupla nacionalidade, pois passarão a nascer em Espanha e a poder obter este previlégio.

Caros visitantes e co-Conselheiros eu sou por Elvas, não tenho partido politico, no limite chamem-me monárquico!

Tenho muito orgulho no trabalho que aqui se desenvolve desde 29 de Julho de 2005, registando nestes 7 meses de existencia do blogue mais de 9.000 visitas (mais que a meia dúzia referida acima); ser lido pelos líderes de opinião da cidade, pelos medias, pelos politicos e pelo simples cidadão que aqui pode opinar livremente; ter entregue os Prémios'05 e enviado os respectivos diplomas aos vencedores dos quais apenas o Sr. Vintém agradeceu o galardão; de ser o blogue referência de Elvas em vários blogues nacionais; de estar mensalmente a publicar "mini entrevistas" a Elvenses ilustres ou anónimos que estão fora de portas; de ter e expressar livremente a opinião que tenho, que não é moldada por partituras ideologicas daí poder ser evolutiva. Elvas é uma cidade que tem potenciais vários e não se pode deixar morre-la, todos, repito, TODOS, somos necessários a esta construção.

Quanto à PIDE esta já não existe e tenho em mim que esta coisa da democracia é exercida pelo Regedor, que tem sabido jogar politicamente os seus peões!

Caros visitantes e co-Conselheiros "dividir para reinar" não me serve. Juntos todos podemos.

Também dizer que este édito de hoje é uma opinião pessoal do N.M.S. e não exactamente a minha. Foi aqui neste espaço público, que é este nosso/vosso blogue que por primeira vez se expressaram sentimentos e opiniões quanto aos vários assuntos em análise. Provalvelmente não publicarei aqui a folha informativa sobre o assunto editada pelo Palácio do Regedor porque esta chegará seguramente a casa de todos os elvenses.

Lanço hoje um desafio às forças politicas que criem os seus próprios blogues como sucede em variadissimas localidades em Portugal senão, como sempre, o meu correio electrónico continua receptivo a publicar textos que se revistam de importância!

portunhol disse...

Estoy completamente de acuerdo con el segundo comentario,

Lumife disse...

Nunca se arrependa de escrever sobre a sua terra e sobre o que está mal. Passe ao largo dos velhos do Restelo...É da discussão que nasce a luz.

Em Alvito acontece...
Já somos 43...
Esperamos muitos mais.

Bom fim de semana

Anónimo disse...

Ora então temos um anónimo que mais parece um comissário politico....
Será que tammbém tem secretária? Uma filha talvez???

Anónimo disse...

É treta não tenham medo q ninguem sabe quem escreve. A telepac tem a entrada de elvas na Comporta, por isso é treta... Já agora se eu entrar aqui 6 vezes por dia faço 1800 entrdas por mes e sou só eu, um único leitor. ter 9mil entradas também vou ali já venho...
Em 1961 Elvas tinha mais de 26 mil pessoas agora não chegam a 20 mil (sim os censos mostram que se dá ao trabalho de mudar de terra, quem não muda fica em Elvas) conheço quem tenha saído há 20 anos e ainda resida na Boa-Fé. Votam 9 mil dos 18 mil inscritos, agora vão ver os que não votam onde andam? Lisboa, Evora, Porto, Setúbal, Castelo Branco, estrangeiro.
Só para explicar que se há poucos habitantes o resto também se vai embora, como uma pequena terra de provincia que somos. Veja a realidade. O RA não faz nada porque não pode e muito menos quer fazer qq coisa contra o partido e o governo. Estou à procura de emprego fora de Elvas há 3 meses e quando puder lá vou eu...

Search