edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 14.11.05
Etiquetas:

Com a anunciada extinção do RI8 chega ao fim um capítulo da história de Elvas, que durante mais de 800 anos se moldou à intervenção militar na cidade, quer a nível arquitectónico como sociológico.

O anúncio da saída dos últimos militares da Praça Forte de Elvas, constituí um motivo mais que suficiente para que TODOS os elvenses se reúnam em torno dum manifesto contra esta decisão, que sendo nacional e politica, deve unir em seu redor a unanimidade de TODOS.

O município pede a todos os cidadãos que se manifestem enviando o seu descontentamento ao Palácio do Regedor.

Ora nesta altura não fazem falta guerrilhas pessoais entre os elementos dos vários movimentos políticos locais, e comunicados e conferências de imprensa para procurar responsáveis são desnecessárias. Se este vosso conselheiro ainda tivesse algum poder mandava desterrar os elementos do CDS-PP de Elvas que não estão neste momento a honrar a cidade e mais que manifestar-se contra a extinção do RI8 aproveitaram o momento para ataques ao Regedor.
O momento merece um Pacto de Regime em que TODOS se reúnam em torno deste motivo, que apesar de utópico merece que TODOS se unam tal qual os antepassados se uniram em diversos momentos pela defesa da cidade e da independência nacional.
Espero que os outros partidos com assento na Assembleia Municipal não sigam este mau exemplo e se manifestem publicamente sobre o assunto.

2 comentários:

Xanu disse...

Infelizmente há pessoas que não conseguem separar as águas...e perdem tempo e energia em batalhas contra moinhos de vento qual D. Quixote, quando ali ao lado há batalhas reais para travar.
Neste momento o que se pede a TODOS os elvenses é união seja qual for a cor política que defendam...

Gadanha disse...

Das dúvidas constantes sobre a manutenção do vizinho RC3 em Estremoz e do qual eu sou acérrimo defensor, se bem que com certas e desejadas alterações... passo ao conselheiro Mello o meu apoio e solidariedade para com o RI8, que se mantenha activo em Elvas e a exemplo do que defendo para Estremoz, reformulado e com a "missão" bem definida. Há tantas coisas que se podem fazer com uma instituição com centenas de anos de história sem sobrecarregar os "orçamentos". Assim haja vontade politica e a efectivar-se o abandono, atenção ao destino das instalações, MUITA ATENÇÃO!. Ao RI8 deixo excerto da saudação do RC3 "Soldados quem somos... Dragões de Olivença... Espadas ao Alto..."

Search