edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 3.11.05
Etiquetas:


"(...)
O sul do país será também perdedor na reestruturação das unidades territoriais, pois deverá perder três quartéis, em Santarém, Elvas e Trafaria (Almada), enquanto as alterações previstas para as unidades de Estremoz, Abrantes e Carregueira (Queluz) - que será o futuro centro de instrução para o sul do país - vão ficar dependentes da disponibilidade de financiamento, uma questão algo delicado, tendo em conta as restrições orçamentais. Também Beja verá a sua importância minorizada, com a redução da sua componente operacional, enquanto no Norte e Centro do País apenas o quartel da Figueira da Foz deverá ser extinto, passando parte das suas forças para a Póvoa de Varzim.
(...)
Em contrapartida, a transferência do Centro de Instrução de Condução Auto (CICA), em Elvas, para Estremoz, também suscita dúvidas. É que o quartel de Estremoz, onde está instalada uma unidade de Cavalaria, não tem infra-estruturas para instrução auto, o que já não acontece com Elvas, onde estão montados todos os elementos para este tipo de instrução."
Afinal era algo que já se esperava mas em que os elvenses não pensavam. Tal qual a morte: existe mas não se fala nela!
Obviamente no Palácio do Regedor já se saberia de algo pois recordemos as palavras de Rondão Almeida na tomada de posse em que adverte para o adeus a pilares da "personalidade" da cidade: Militares, Maternidade, Polícia, etc...

1 comentários:

Fitas Custódio disse...

Aos poucos a minha cidade vai morrendo. Falta-nos um loby junto do Poder para recordar as promessas que durante 30 anos se fizeram.`
Era necessário desenvolver o interior para reter as populações e evitar a sua desartificação. Lembram-se destas frases pomposas proferidas pelos políticos em tempo de eleições? Não se falava até em ir deslocando os quartéis sediados nas zonas urbanas de Lisboa e Porto para zonas mais desfavorecidas? Claro que os interesses prevaleceram.
Saberão o que representa para uma Cidade do interior a existência de um quartel? O seu contributo para a economia local, a fixação de alguns dos militares e familiares nessas povoações, assim como a mais valia que é conseguida com a presença dessas Unidades?
E depois, quais carpideiras , lamentam-se do excesso populacional do litoral ...
Hipócritas, incompetentes, mentirosos é o mínimo que neste momento posso chamar aos desgovernantes deste País.

Search