edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 14.3.06
Etiquetas:

Foi hoje cometido pelo Governo da Nação mais um ultrajante delito de ofensa pátria ao povo de Elvas. O ministro da Saúde, Correia de Campos, por despacho ministerial determinou o encerramento até 30 de Junho do bloco de partos da Maternidade Mariana Martins.

Fica o registo para a história. Ouça aqui

Após avanços e recuos, mudanças de estratégia, promessas e reuniões públicas, diz o Regedor

Contudo e para pesar de muitos elvenses, com especial destaque para o Dr. Melo e Sousa, a MATERNIDADE MARIANA MARTINS chegou ao fim de vida.


Elvenses de Badajoz sereis bem recebidos na vossa cidade, sendo vós os futuros guardiões das tradições e histórias da Cidade de Elvas, Chave do Reino e Rainha da Fronteira!

6 comentários:

Xanu disse...

Foi apenas o assinar da certidão de óbito...duma morte há muito anunciada.
Houve alguém que afirmou demitir-se se a maternidade fechasse...mas agora o discurso é outro...e a partir de Julho todos os elvenses que nasçam fá-lo-ão noutra terra.
Elvenses de Badajoz, elvenses de Portalegre, elvenses de Évora...ou seja elvenses mesmo só aqueles que vierem apressados e resolvam nascer mesmo sem maternidade para os receber.

Pedro Gama disse...

Ao que me é dado saber o Presidente desta autarquia não está a pensar demitir-se... até porque, e infelizmente a demagogia política assim o obriga, o sr. Presidente esqueceu-se de dizer uma coisa há uns tempos atrás... "Demito-me se a maternidade fechar, excepto se a maternidade não tiver as condições óptimas para eralizar todo e qualquer tipo de partos, se não tiver mais qualquer tipo de outra saída, nem se não conseguir fazer crer que eu não sabia das faltas de condições". Esta parte das declarações foram as que a comunicação social se esqueceu de passar...

Lupor disse...

Obviamente,
Sr Presidente, demita-se ...

O Restaurador disse...

Isto é uma vergonha!... Lisboa quer acabar com o Alentejo!!!

E ficou por aqui para não dizer nenhuma asneira...

Abraço!

O Restaurador disse...

Tendo esta vergonha como ponto de partida, escrevi sobre a necessidade da regionalização do Alentejo! Passem pelo Restaurador da Independência!

Abraço!

Anónimo disse...

Ó Elvas Ó Elvas

Badajoz á vista...

Há quantas semanas anda este post no "Zé de Mello"

Quem vos avisa, vosso amigo é.

Mas vem aí mais... Aguardem.

Search