edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 8.11.05


"Elvas terá um museu militar

O número das unidades militares a extinguir já está definido e entre elas surgem as referidas na edição de ontem pelo JN, Santarém, Elvas, Figueira da Foz e Trafaria. No entanto, o Exército e o Ministério da Defesa estão a tentar minorar o impacto que o desaparecimento das unidades vai ter nas populações. Aliás, já ontem o presidente da Câmara de Elvas renovou, através da agência Lusa, os protestos veiculadas pelo JN pelo encerramento do regimento, referindo que ia ter uma reunião com o ministro da Defesa. No entanto, segundo fontes do Exército, o quartel de Elvas não vai desaparecer e irá receber um museu militar de grandes dimensões, que irá acolher todo o material pesado com interesse museológico mas que se encontra disperso por vários quartéis e em particular em Santa Margarida. Com efeito, é sabido que o Museu Militar de Lisboa já não tem condições para crescer."

in Jornal de Noticias, edição de 8/11/2005

Não terão os senhores de Lisboa, que nem ministros são!, percebido que o Museu Militar de Lisboa já ajudou o municipio de Elvas a montar um museu militar aproveitando o Forte de Santa Luzia!!!

1 comentários:

Fitas Custódio disse...

Substituem-se os homens por ferro velho.
E se esse projecto for avante quem é que fica a fazer a manutenção de todo esse espólio? Serão militares ou à boa maneira portuguesa"depois se vê".E quem suporta os custos? É o Ministério do Exército ou é a Câmara?
Porque será que estou já a ver um armazém de ferro velho cheio de ferrugem e totalmente degradado?

Search