edição:Velho Conselheiro Ze de Mello a 31.8.05


Que Elvas é uma cidade com potencialidades para se afirmar no turismo nacional e internacional como um destino cultural ninguém coloca em duvida, agora porque é que diariamente autocarros cheios de turistas passam pela A6 e nem sabem que existimos, ou pior saiam da auto estrada para fotografar apenas o Aqueduto desconhecendo por completo que este é apenas o aperitivo para o que podem encontrar numa visita à zona intra muros, isso sim é um atentado!
Enquanto Comissão Municipal contam-me que a promoção era realizada esporadicamente, mas que existia, hoje o que constatamos é que absorvidos pela Região de Turismo de S. Mamede, a promoção do concelho é reduzida e sempre que possível escondida para deixar brilhar outras partes deste Norte Alentejano com o qual poucas afinidades temos e onde parece que o tempo parou!
O que se ganhou com esta adesão?
Que programa de desenvolvimento existe para o turismo local?
Que promoção se tem feito das nossas potencialidades?
Não teriamos ganho mais unindo-nos a Évora?
Será que o turismo elvense está a pagar a factura duma guerra socialista?
Ainda estamos a tempo de mudar de rumo? - a esta sei responder!
SIM!
Veja-se o exemplo da Figueira da Foz. Apesar de ser parte integrante da Região de Turismo do Centro tem um organismo que promove a cidade, que não está dependente do trabalho da entidade regional mas trabalha pelo seu turismo individualmente e emparceirada com a Região de Turismo quando o julga oportuno.
Não seria oportuno aproveitar a nossa posição geográfica e fazer dela uma mais valia? Deixarmos de ser a cidade a caminho dos caramelos de Badajoz ou do Património de Évora?
Que futuro para Elvas - Chave da Europa?
Cidade Monumental, candidata a Património Mundial, Cidade de Cultura e Museus, Cidade de Comércio e de braços abertos na raia - são estes os nossos trunfos!
Apostar na cidade, única e exclusivamente, como plataforma logística parece-me uma ideia errada, qualquer cidadão não se limita somente a jogar no totoloto, fá-lo mas continuar a rumar a diario para o seu emprego.
Para quando uma aposta séria em turismo na nossa cidade?




1 comentários:

Xanu disse...

Uiiii...que agora tocou na ferida! Tantas potencialidades tão mal aproveitadas, nisso concordo, como concordo no facto de nunca ter concordado com a união à região de Turismo de S. Mamede...(deve ter sido um caramelo para o seu presidente!)
Temos um património único que podia e devia ser bem aproveitado mas infelizmente temos ainda um longo caminho a percorrer.
Já agora coloco uma questão? Continuam a existir ou não as rotas megalíticas do concelho? Eram salvo erro quatro...ainda vi os jipes no Castelo mas depois...mais nada.

Search